NOTÍCIAS
31/08/2015 10:52 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:32 -02

Motorista de ônibus atira em passageiro que se recusou a pagar em São Paulo

CHELLO FOTÓGRAFO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Um motorista de ônibus atirou em um passageiro que se recusou a pagar passagem na madrugada desta segunda-feira (31) na zona sul da capital paulista.

José Marconi da Silva foi preso em flagrante.

Um grupo de cinco pessoas havia subido no coletivo na região do Parque do Ibirapuera pouco depois da meia-noite. Os passageiros teriam tentando usar o transporte de graça — o que deu início a uma confusão quando o ônibus estava próximo à Avenida Brigadeiro Luís Antônio.

O grupo teria tentado agredir o cobrador e, depois, entrou em conflito com o motorista.

Silva, no entanto, estava armado. Ele sacou a arma e atirou contra um homem.

A vítima precisou ser levada ao Hospital das Clínicas, e não há informações sobre seu estado de saúde.

O motorista ainda tentou fugir, mas foi preso.

Silva deve responder por porte ilegal de arma e tentativa de homicídio.

De acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de São Paulo, Silva trabalhava na viação Campo Belo, empresa proprietária do ônibus, há mais de dez anos. Nunca havia sido registrado qualquer problema na sua conduta.

O sindicato também afirma que foi uma surpresa para a empresa ele estar armado durante o serviço.

Procurada, a São Paulo Transporte (SPTrans) diz que se trata de um caso policial fora de suas atribuições. O ônibus fazia a linha 5111/10 (Terminal Parque Dom Pedro II-Terminal Santo Amaro).

O caso foi registrado no 78º Distrito Policial (Jardins).

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: