COMPORTAMENTO
28/08/2015 21:48 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:32 -02

'Menopausa masculina' atinge 20% dos homens acima dos 50 anos, diz estudo

Há séculos a menopausa é um sofrimento para as mulheres de meia idade. Mas agora um estudo produzido por 25 anos descobriu que a menopausa masculina também pode ser uma questão real para o sexo oposto.

Os pesquisadores acreditam que os homens devem receber tratamento de testosterona para lidar com o problema.

O abrangente estudo, de 25 anos de duração, mediu os níveis de testosterona de 2,5 mil homens.

Os resultados indicam que, quando os níveis de testosterona do homem começam a baixar, por volta dos 30 anos, ele começa a ter sintomas como dores nas articulações, sudorese noturna, mau humor e baixa libido – sintomas semelhantes à menopausa.

Malcolm Carruthers, líder do estudo, sugere que as pesquisas anteriores sobre o tema não eram confiáveis porque usavam métodos desatualizados.

No passado, os níveis de testosterona eram medidos usando amostras de sangue, e os resultados eram comparados com entre homens de idade parecida.

Os níveis de testosterona pareciam relativamente normais, pois todos os integrantes do grupo apresentavam diminuição.

Mas, comparados com os de homens mais jovens, a queda nos níveis de testosterona se torna muito mais significativa.

Profissionais do Centre for Men’s Health, de Londres, acreditam que 20% dos homens acima dos 50 anos tenham deficiência de testosterona.

Para eles, a “andropausa” – nome pelo qual é conhecida a menopausa masculina – é um problema real, que deveria ser tratado com terapia de reposição de testosterona.

Carruthers disse ao Daily Telegraph: “Acredito que cerca de 2 milhões de homens no Reino Unido possam se beneficiar do tratamento, mas as metodologias desatualizadas e as preocupações desnecessárias com a segurança da terapia de reposição impedem que a vasta maioria desses pacientes receba o tratamento.”

A pesquisa foi publicada na revista The Ageing Male.

A andropausa não é uma nova descoberta no mundo da saúde masculina.

Helen Webberley, clínica geral da Oxford Online Pharmacy, diz que a menopausa masculina é um processo gradual e é “oficialmente” conhecida como Síndrome da Deficiência de Testosterona.

“Ela não se manifesta de repente, como no caso das mulheres, mas, sim, lentamente, conforme caem os níveis de testosterona.”

“O problema que enfrentamos é que a síndrome tem fatores muito comuns, que podem ser atribuídos a quase tudo – cansaço, baixa libido, perda de concentração e menor tolerância ao exercício. Esses sintomas são tão comuns que são quase considerados parte da vida normal, por isso costumam ser ignorados.”

“Mas conseguimos medir o nível de testosterona com um teste simples. Se ele estiver baixo, o gel de testosterona pode ajudar a restabelecer o equilíbrio. Com a normalização dos níveis, aumentam a energia, a libido, a tolerância e a concentração. A maioria dos homens começa a se sentir muito melhor.”

Webberley acredita que os médicos deveriam oferecer esses testes para os pacientes.

“Nós médicos deveríamos oferecer mais testes, e os homens deveriam pedi-lo”, diz ela. “Se duas amostras colhidas com duas semanas de diferença mostram baixos níveis de testosterona, a recomendação é experimentar o tratamento. Se os sintomas melhorarem, ótimo, se não, temos de continuar investigando para saber qual é a razão do problema.”

“Muitos homens não querem se submeter ao teste por uma questão de orgulho. É preciso esclarecer que essa é uma condição normal e que os testes de testosterona são aceitáveis para os homens.”

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: