NOTÍCIAS
23/08/2015 11:45 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:24 -02

Conexão entre ciclovias é inaugurada hoje em São Paulo

DARIO OLIVEIRA/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO

A Prefeitura de São Paulo inaugura hoje um trecho de 750 metros de ciclovia na Avenida Bernardino de Campos, extensão da pista da Avenida Paulista. Ele é considerado por ciclistas, cicloativistas e pela própria administração municipal como um "ponto de conexão" para 21,5 quilômetros de faixas para bikes da capital que convergem para a região.

Localizada entre a Praça Oswaldo Cruz e o Viaduto Santa Generosa, no Paraíso, a pista possibilita o acesso para as ciclovias da Rua Vergueiro e das Avenidas Liberdade, Paulista e Jabaquara e outras vias menores que também têm a estrutura. Agora, é possível sair pedalando de bairros mais afastados da zona sul, chegar ao centro de São Paulo ou ir de bike até o Estádio do Pacaembu, na zona oeste da capital.

"É uma conexão importante, grande. O ciclista já consegue sair do Jabaquara e ir para várias regiões. É um entroncamento importante que vai aumentar muito a circulação de bicicletas na região", explicou o secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto.

Com os novos 750 metros, a Prefeitura atinge a marca de 356,8 quilômetros de vias segregadas para bicicletas. A gestão Fernando Haddad (PT) entregou 260,2 km - promete 400 km até o fim do mandato.

Para Tatto, a inauguração é um passo fundamental para a estrutura cicloviária da cidade, uma vez que, com o novo trecho, as outras intervenções para o modal inauguradas anteriormente começam a fazer "mais sentido" nos deslocamentos. "É uma ideia de rede e conexões que é bem importante", disse.

O entregador John Amorin, de 28 anos, faz serviços de bike courrier em bairros no entorno das ciclovias da Bernardino de Campos e da Paulista. Morador da Santa Cruz, na zona sul, ele se sente mais seguro em poder fazer seus trajetos usando faixas exclusivas. "Sem essa nova ciclovia, eu era obrigado a entrar nas pistas para carro até acessar a Paulista. É perigoso."

Com informações do jornal O Estado de S. Paulo.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: