NOTÍCIAS
28/07/2015 16:44 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Empresa do escândalo de corrupção de Carlinhos Cachoeira já pode voltar a fazer contratos com o governo

Montagem/Estadão Conteúdo

Três anos após protagonizar um dos maiores escândalos da política brasileira, a Construtora Delta, responsável por obras do PAC com o governo federal, voltou a ser considerada idônea e já pode firmar novos contratos com instituições públicas.

A Delta foi investigada em 2010 na Operação Mão Dupla e em 2012, recebeu a punição da Controladoria-Geral da União (CGU) pelo envolvimento no esquema de corrupção do bicheiro Carlinhos Cachoeira.

O contraventor foi investigado pela Operação Monte Carlo da Polícia Federal.

A decisão da CGU, publicada no Diário Oficial da União nesta terça-feira (28), suspende os efeitos da declaração de inidoneidade aplicada à Delta Construções em 2013.

A CGU acatou liminar proferida em junho pelo ministro Gilmar Mendesdo Supremo Tribunal Federal (STF) e é válida "até ulterior decisão judicial”.

A punição também foi suspensa depois, só que na ocasião pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).