NOTÍCIAS
27/07/2015 12:29 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Tiroteio em uma festa de casamento deixa 21 mortos no Afeganistão

AP Photo

Um tiroteio em uma festa de casamento no distrito de Dih Salah, no Afeganistão, deixou 21 mortos e oito feridos na tarde de domingo (26), disse Abdul Jabar Perdili, chefe de polícia da província de Baghlane, nesta segunda-feira (27).

Perdili disse que a troca de tiros aconteceu entre dois grupos rivais que participavam da cerimônia e que a maioria dos mortos eram convidados do casamento. Pelo menos dois dos feridos são menores de 18 anos.

Baghlan e outras províncias do norte têm sido atormentadas por ataques desde a invasão liderada pelos EUA em 2001, que derrubou o Taleban. Contudo, a guerra é frequentemente utilizada como pretexto para atividades criminosas e rixas pessoais.

O chefe de polícia de Dih Salah, Gulistan Qasani, disse que a hostilidade entre os dois grupos envolvidos na tiroteio era de muitos anos.

"O confronto eclodiu após um parente de uma autoridade da polícia ter sido assassinada durante a festa de casamento", disse Qasani. Cerca de 400 pessoas estavam presentes no evento.

"Enquanto recolhíamos os corpos era difícil de determinar quem eram os atiradores e que não era, porque não encontramos as armas", afirmou Qasani.

Enquanto isso, na província de Sari Pul um comandante da polícia local e sete de seus homens se renderam ao Taleban no distrito Kohistanat, de acordo com o chefe da polícia provincial, Mohammad Asef Jabarkhail.

Jabarkhail disse que a rendição veio depois de combatentes do Taleban atacaram bases da polícia no domingo. O Taleban, que muitas vezes exageram os ganhos no campo de batalha, disse em um comunicado que 100 policiais em Sari Pul haviam se desertado para o lado deles, afirmação que Jabarkhail negou.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: