ENTRETENIMENTO
24/07/2015 12:41 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Angelina Jolie vai dirigir filme para Netflix; projeto conta história de Loung Ung, ativista dos direitos humanos

Reprodução

Angelina Jolie acaba de nos dar outro motivo para a considerarmos maravilhosa: ela vai dirigir para a Netflix o filme de cunho humanitário First They Killed My Father.

O longa é baseado em First They Killed My Father: a Daughter of Cambodia Remembers (2000) – sem edição brasileira –, livro de memórias de Loung Ung, escritora cambojana-americana e ativista dos direitos humanos.

Na obra, ela relata sua experiência crescendo no regime do partido Khmer Vermelho (1975-79) e seu treino como soldada quando tinha cinco anos de idade. Mais de dois milhões de cambojanos foram mortos pelo regime, que é considerado um dos episódios mais violentos e tristes da História.

Além de dirigir, Jolie escreveu o roteiro com Ung. O cineasta cambojano Rithy Panh, do indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro A Imagem que Falta (2013), é um dos produtores. First They Killed My Father estreia no fim de 2016 e será exibido nos principais festivais de cinema do mundo.

Esta não é a primeira vez que Jolie e Netflix se unem em um projeto. Africa, filme que será protagonizado por Brad Pitt, vai abordar a luta do paleantropologista Richard Leakey contra o comércio ilegal de animais selvagens do país.

As filmagens de Africa foram adiadas para sua pré-produção ser finalizada e priorizar First They Killed My Father.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: