NOTÍCIAS
23/07/2015 13:57 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Nasa descobre planeta 'primo' da Terra em uma área habitável

Divulgação/Nasa

A Nasa confirmou nesta quinta-feira (23) a existência de um planeta semelhante à Terra em uma área habitável, em torno de uma estrela comparável ao Sol.

Batizado de Kepler-452b, o planeta foi descoberto pelo satélite Kepler. O diâmetro dele é 60% maior que a Terra.

O tempo de órbita do Kepler-452b ao redor de sua estrela é de 385 dias, apenas 20 a mais que a translação da Terra.

A distância entre Kepler-452b e a estrela-mãe é 5% maior que entre a Terra e o Sol.

O Kepler-452b fica a 1.400 anos-luz daqui.

A maior diferença, conforme assinala o Mensageiro Sideral, é o tempo de existência da estrela de lá — com 6 bilhões de anos contra os 4,5 bilhões do Sol.

"Podemos pensar no Kepler-452b como uma prima mais velha e maior que a Terra, dando uma oportunidade para entender e refletir sobre o futuro do ambiente da Terra", afirmou o cientista Jon Jenkins, que liderou a equipe da Nasa que descobriu o planeta.

"Nós estamos sozinhos no universo? Nós estamos dando um pequeno passo hoje na resposta a essa questão", anunciou o físico John Grunsfeld, administrador associado da Nasa em Washington.

O Kepler-452b é o menor planeta descoberta orbitando em uma área habitável.

"Esse resultado animador nos traz um passo mais próximo de encontrar uma Terra 2.0", comemorou Grunsfeld.

Pesquisas sugerem que planetas como o recém-descoberto são formados por rochas, mas ainda não foi possível determinar a massa e a composição do Kepler-452b.

Com ele, já são 1.030 planetas confirmados em todo o universo.

A pesquisa com a descoberta sobre o Kepler-452b será publicada no The Astronomical Journal.

Galeria de Fotos Terra 2.0: Nasa descobre planeta primo da Terra Veja Fotos