NOTÍCIAS
23/07/2015 16:03 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Em 1973, Fidel Castro previu reconciliação entre EUA e Cuba; Entenda

Marcelo Montecino/Flickr

Uma frase proferida pelo líder cubano Fidel Castro no ano de 1973 ganhou ares de profecia.

No meio da Guerra Fria, Castro participava de uma reunião com jornalistas internacionais. Foi quando, segundo informações do jornal La Vanguardia, um jornalista inglês questionou o líder:

"Quando você acha que as relações entre Cuba e os EUA, dois países tão distantes apesar da proximidade geográfica, vão restabelecer as relações?"

Segundo o relato do escritor e jornalista argentino Jorge Solans, que viajou recentemente à ilha para escrever uma reportagem sobre a retomada das relações entre Cuba e os EUA, Fidel não titubeou.

"Os Estados Unidos irão dialogar conosco quando tiverem um presidente negro, e quando o mundo tiver um papa latino-americano."

Segundo o relato do jornal espanhol, a história foi narrada a Solans por Eduardo de la Torre, taxista que, na década de 1970, era estudante universitário.

"Preste atenção, ninguém acreditava no comandante, mas como não acreditar em um comandante que ressuscitou mais vezes do que Jesus Cristo? Porque escute, menino, quantas vezes não mataram Fidel? Veja quantas vezes a imprensa internacional matou Fidel e você vai se dar conta de quantas vezes ele ressuscitou".

Nesta semana, Cuba e EUA reabriram as representações diplomáticas em Havana e em Washington, tornando oficial o restabelecimento de relações diplomáticas anunciado em dezembro do ano passado.