MULHERES
19/07/2015 16:48 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Em depoimento divulgado pelo New York Times, Bill Cosby dá detalhes de como assediou e estuprou mulheres

AP
FILE - In this Nov. 6, 2014 file photo, entertainer Bill Cosby pauses during a news conference. Cosby admitted in a 2005 deposition that he obtained Quaaludes with the intent of using them to have sex with young women. In court documents released Monday, July 6, 2015, he admitted giving the sedative to at least one woman. (AP Photo/Evan Vucci, File)

O apresentador e comediante Bill Cosby, protagonista há vários meses de denúncias de agressão sexual, ofereceu drogas e dinheiro para mulheres com quem teve relações íntimas, revelou reportagem deste sábado do The New York Times.

O jornal americano detalha as transcrições de depoimentos dados por Cosby à Justiça há dez anos, como parte de uma denúncia de uma ex-funcionária da Universidade Temple, Andrea Constand, que afirmou ter sido drogada e abusada sexualmente pelo ator. O caso terminou em um acordo amigável, de termos nunca revelados.

Nos depoimentos, Cosby se autointitula como um "mentor" para Andrea. Ele a teria convidado para visitar sua casa e demonstrado interesse por situações da vida pessoal da jovem. Os dois mantiveram contato no início dos anos 2000 e, uma noite, em sua residência na Pensilvânia, ele contou ter dado a ela um comprimido e meio de um fármaco anti-histamínico, Benadryl, para reduzir o seu estresse. Em seguida, os dois fizeram sexo.

A advogada da vítima, contudo, alegou que a droga tomada por sua cliente teria sido uma muito mais pesada, e que ela não estaria no controle da sua consciência na hora do ato. Cosby, atualmente com 78 anos, se defendeu dizendo que o relacionamento sexual com Andrea foi consentido, e acusando-a de ser "uma mentirosa".

Em outro caso, o ator teria dado 5.000 dólares a Therese Serignese, que também o acusou de abuso sexual após drogá-la. O dinheiro foi pago por meio de seu agente para que a esposa de Cosby não desconfiasse de nada, segundo o jornal.

No depoimento, ele ainda disse ter tido relações íntimas com outras cinco mulheres, pelo menos, e interesses "românticos" por outras duas. Em todos os casos, ele afirmou ter havido consenso entre as partes - embora tenha oferecido sempre a elas uma droga sintética comum nos anos 1970, o quaalude, de que teria receita médica.

Desde novembro do ano passado, trinta mulheres acusaram Cosby de assédio e, em alguns casos, de estupro. Boa parte dos crimes envolvem o uso de drogas por parte do ator para dopar as vítimas. Algumas eram menores de idade à data dos fatos alegados, que chegam a remontar aos anos 1960.