NOTÍCIAS
16/07/2015 14:16 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Jovem palestina chora enquanto conversa com Angela Merkel sobre política migratória na Alemanha (VÍDEO)

Líder mais poderosa do mundo, Angela Merkel enfrentou uma situação delicada - e recebeu críticas - durante uma conversa com uma jovem palestina na televisão.

Segundo o The Independent, Reem foi escolhida entre vários estudantes da cidade de Rostock para conversar coma chanceler sobre a "Boa vida na Alemanha" na quarta-feira (15).

Falando em alemão fluente, ela contou à líder europeia que sua família pode ser deportada a qualquer momento, pois recebeu apenas asilo temporário. Eles vieram para o país há quatro anos, após passarem por um campo de refugiados no Líbano.

"Eu tenho objetivos como qualquer outra pessoa... Eu quero estudar como qualquer outra pessoa... É muito ruim ver como os outros podem aproveitar a vida, e eu não", disse a menina, em alemão fluente, contando que gostaria de frequentar uma universidade.

A chanceler disse entender o problema de Reem e afirmou que "a política, às vezes, é complicada" e que a Alemanha não conseguiria administrar o fluxo de pessoas se todos os palestinos viessem para o país.

Enquanto Merkel defendia a política migratória, Reem começou a chorar e foi "consolada" pela chanceler. Rapidamente, o assunto se tornou um dos mais comentados do Twitter, principalmente com comentários criticando a postura pouco afetuosa de Merkel, e afirmando que seu governo não tem empatia.

De acordo com o Guardian, o número de pedidos de asilo chegou a 450 mil no país, mais do que o dobro do ano passado.

Após o encontro, o governo alemão divulgou um comunicado onde não mencionou o incidente e afirmou que "após 90 minutos de discussão, todos os participantes foram para suas casas com muitas sugestões".