MULHERES
15/07/2015 19:28 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Amanda Seyfried ganhou 10 vezes menos que um homem para fazer... o mesmo filme

Getty Images

A discrepância de salários entre homens e mulheres não é novidade e, pelo menos em Hollywood, ela parece estar ganhando cada vez mais visibilidade. Depois do aclamado discurso da Patricia Arquette na premiação do Oscar deste ano, mais atrizes decidiram desabafar sobre o tema e unindo vozes com Meryl Streep e Emily Blut, foi a vez de Amanda Seyfried dividir sua experiência negativa.

A atriz, que já participou de grandes bilheterias como Meninas Malvadas, Querido John e O Preço do Amanhã, declarou recentemente ao jornal britânico The Sunday Timesque em um de seus filmes mais lucrativos ela ganhava apenas 10% do cachê do outro protagonista do longa que, segundo Amanda, era tão famoso quanto ela.

Falar de pagamentos milionários em grandes produções cinematográficas pode não causar muita comoção, mas a constatação de que a diferença de gênero influencia até em um local de alta exposição como Hollywood é sim motivo de protesto. "Não se trata de quanto você ganha, mas sim do quão justa é a situação. Você precisa decidir se está disposta a ir embora, especialmente sendo uma mulher", finalizou Amanda.