COMPORTAMENTO
03/07/2015 18:40 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:38 -02

Homens deixam a barba crescer para mostrar dominância? Eis o que diz a ciência

Há muito tempo os cientistas sabem que a barba pode fazer o homem parecer mais dominante e masculino.

Uma pesquisa nova e provocativa envolvendo primatas indica que os pelos faciais masculinos são mais elaborados em grupos que envolvem disputa mais intensa por posição, dominância e atratividade (veja o vídeo acima).

Será que o mesmo fenômeno se observa entre os humanos – e poderia explicar a barba hipster? Talvez.

“Nossa pesquisa mostra que ornamentos corporais parecem ser mais elaborados em grandes grupos de primatas (nos quais a sinalização de qualidade e status tem mais importância), e o mesmo pode se aplicar aos humanos, que vivem em grandes grupos”, disse por email ao The Huffington Post Cyril Grueter, professor associado de antropologia biológica da Universidade Western Australia

No estudo, os pesquisadores analisaram os pelos faciais e outros ornamentos corporais de 154 espécies de primatas – das longas capas de cabelo branco dos babuínos hamadryas aos narizes alongados dos macacos proboscídeos.

Aposte na barba. Os pesquisadores descobriram que os machos de espécies de grupos sociais complexos tinham ornamentos mais vistosos que os de machos de espécies de pequenos grupos. O resultado sugere que ornamentos espalhafatosos trazem mais benefícios para os machos de grupos complexos, que envolvem mais competição.

“Quando você vive num grupo pequeno, em que todos se conhecem, não é preciso sinalizar qualidade e competitividade por meio dos ornamentos”, disse Grueter em um comunicado.

“Em grandes grupos, nos quais os indivíduos estão cercados por estranhos, precisamos de uma ferramenta rápida e confiável para avaliar a força e a qualidade do outro. E aí que entram esses ornamentos elaborados. No caso dos humanos, isso pode incluir extensões fenotípicas, como decoração corporal, joias e itens de prestígio.”

Olhando para o passado. Os pesquisadores notam que bigodes e barbas se tornaram populares entre os britânicos entre 1842 e 1971, um período em que havia mais homens competindo por esposas. Interessante.

O estudo foi publicado online na revista Evolution and Human Behavior , em 12 de março de 2015.

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

LEIA MAIS:

- Barbas volumosas podem ser criadouros de bactérias

- Como fazer a barba: tudo que você precisa saber pra deixar ela bem cuidada

- 11 coisas que só os homens barbudos vão entender (FOTOS)