LGBT
01/07/2015 12:24 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:34 -02

Viviany Beleboni, a atriz transexual que encenou crucificação na Parada Gay, processa Marco Feliciano por danos morais

Montagem/Estadão Conteúdo

Viviany Beleboni, a atriz e modelo transexual que encenou a própria crucificação na 19ª Parada do Orgulho LGBT, entrou com um processo de indenização contra o deputado e pastor Marco Feliciano (PSC-SP) por danos morais.

A atriz informou ao EGO que o deputado cedeu várias entrevistas à mídia condenando a sua atitude no evento. Além disso, o pastor também possui várias fotos dela sendo crucificada na porta do seu gabinete. Por conta de toda a exposição, Beleboni alega que vem recebendo ameaças de morte pelas redes sociais.

"Existe uma ação de indenização com pedido de tutela antecipada para ele (Feliciano) excluir todos os vídeos, comentários e fotos expostas em seu gabinete, a título de liminar", explica a advogada de Viviany Beleboni, Cristiane Leandro de Novais, em entrevista ao site. "Em segundo lugar há um pedido de retratação e indenização. Ele expôs Vivi ao ridículo e fez incitação criminosa para que outras pessoas venham a agredi-la."

De acordo com o UOL, Beleboni pede R$ 788 mil. "Isso trouxe dano moral e de honra a ela, que não tem saído de casa por medo de ser agredida. Ela perdeu peso e não tem saído. Com isso, tem deixado de aceitar propostas de trabalho. Por fim, entramos com um pedido de medida cautelar para que ele fique a até 600 metros de distância dela", explicou a advogada ao EGO.

Entenda o caso

Após o protesto de Viviany Beleboni na 19ª Parada do orgulho LGBT, o deputado Marco Feliciano se manifestou nas redes sociais e também no Congresso, quando a bancada evangélica interrompeu uma sessão em andamento para protestar contra a Parada Gay e outros eventos, como a Marcha das Vadias, e Marcha da Maconha.

Isto pode? Esta blasfêmia pode? Profanar nossa fé pode? Debochar de símbolos sagrados publicamente pode?CRISTOFOBIA...

Posted by Marco Feliciano on Domingo, 7 de junho de 2015

Sobre a atitude de Feliciano, Beleboni afirmou em entrevista ao Terra: "Ele colocou minha foto junto a imagens tiradas em outras marchas de outros lugares do mundo, e não na parada LGBT de São Paulo, para manipular a população brasileira. Aquelas pessoas são de outros países e não estão com o rosto em evidência como eu. Então fui a única prejudicada. Isso é distorção de imagem."