COMPORTAMENTO
26/06/2015 15:14 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:34 -02

Como pegar garotas (um guia das meninas para os meninos)

Jake Lewis/VICE

Se você passar muito tempo na internet, vai acabar achando que os jovens homens de hoje em dia se dividem em duas categorias: o mela-cueca hipersensível tentando encontrar o amor verdadeiro através de financiamento coletivo e aquele cara que acha que flertar significa tomar um porre e gritar ameaças de estupro por um cone de trânsito para as meninas na rua. Apesar desse cenário não ser 100% preciso, parece mesmo que tem caras demais adotando ou a fórmula do amor ou a testosterona como modelo de sedução e, sinceramente, as duas abordagens são tão eróticas para nós quanto a ideia de ganhar umas dedadas do Homem Elefante dentro de uma jacuzzi.

Claro, sabemos que não são todos babacas. Mas a verdade é que os caras hoje em dia abandonaram o jogo da paquera. Encontrar uma mulher para um amorzinho gostoso não envolve enfiar um saco de estopa na cabeça dela e enfiá-la no porta-malas do carro. Também não envolve decorar umas cantadas péssimas de PUA e tentar fazer bullying para comer a menina. Não estamos pedindo nada Jane Austen. Só queremos ser cortejadas e queremos que vocês fiquem de boa.

Namorar na era pós-revistas masculinas é um campo minado jurídico, político e romântico, então aí vai um guia para ajudar você na difícil empreitada de chegar nas minas.

Redes sociais e aplicativos de paquera

Não tente disfarçar como se você não tivesse passado todas as pausas para o banheiro deste mês vasculhando, sedento, as fotos de biquíni das meninas no Tinder. Sabemos que você não é "novato" nesse jogo do aplicativo de paquera, e as evidências não sugerem que você ache isso particularmente "esquisito". A única coisa esquisita são os 15 minutos que você acabou de gastar numa completa estranha na página do LinkedIn que você trombou no Happn. (Oi! Dá para ver quando você faz isso, viu!) Todos somos desesperados, superficiais e solitários, não vamos fingir que não.

[Continue lendo aqui]

LEIA MAIS:

- 10 coisas que eu odeio nos videogames em 2015

- Alterações climáticas estão deixando a maconha mais forte