NOTÍCIAS
20/06/2015 16:41 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:32 -02

Surge website com texto racista e foto de suspeito de Charleston

NOVA YORK (Reuters) - Uma página apareceu na internet com um manifesto racista e uma série de fotografias que parecem mostrar Dylann Roof, o suspeito do massacre da igreja de Charleston na

ASSOCIATED PRESS
Dylann Roof appears via video before a judge, in Charleston, S.C., Friday, June 19, 2015. The 21-year-old accused of killing nine people inside a black church in Charleston made his first court appearance, with the relatives of all the victims making tearful statements. (Centralized Bond Hearing Court via AP)

Uma página apareceu na internet com um manifesto racista e uma série de fotografias que parecem mostrar Dylann Roof, o suspeito do massacre da igreja de Charleston na quarta-feira, posando com uma pistola e de pé em frente a um museu militar da Confederação e a uma casa de plantation.

A Reuters não conseguiu confirmar imediatamente quem criou a página ou a autenticidade das fotografias publicadas nele.

"Dizem que aceitemos o que está acontecendo a nós em função de malfeitos de nossos antepassados, mas tudo é baseado em mentiras históricas, exageros e mitos", escreve o autor no texto do site.

Na conclusão, o autor fornece uma 'explicação' críptica para ação, dizendo:

"Não tenho escolha... Escolhi Chalreston porque é a cidade mais histórica em meu Estado e um dia teve a maior proporção de negros em relação a brancos no país.... Alguém tem de ter a coragem de levar ao mundo real, e acho que tem que ser eu".