NOTÍCIAS
18/06/2015 09:23 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:32 -02

Meninas do Brasil vencem Costa Rica sem Marta, mantêm 100% e pegam a Austrália nas oitavas da Copa do Mundo

Classificada antecipadamente às oitavas de final e já com a liderança do Grupo E assegurada, a seleção brasileira usou um time reserva para enfrentar a Costa Rica, nesta quarta-feira (17), em Moncton, no Canadá, pela terceira rodada da fase de grupos do Mundial de Futebol Feminino, que está sendo realizado no Canadá.

As suplentes escaladas pelo técnico Osvaldo Alvarez, o Vadão, não fizeram feio e derrotaram a Costa Rica por 1 a 0, confirmando os 100% de aproveitamento na competição. Com 9 pontos, o Brasil fechou a fase de grupos disparado na liderança. A segunda colocação ficou com a Coreia do Sul, que chegou a quatro ao derrotar de virada a Espanha por 2 a 1, em Montreal. Costarriquenhas, com dois pontos, e espanholas, com um, estão eliminadas do Mundial.

Por opção da comissão técnica, a seleção brasileira jogou nesta quarta-feira sem suas principais jogadoras: a meia Marta - maior artilheira da história do Mundial Feminino, com 15 gols - e as atacantes Cristiane e Formiga. Isso já visando o duelo contra a Austrália, neste domingo (21), às 14 horas (de Brasília), novamente em Moncton, pelas oitavas de final da Copa.

Em campo, o Brasil dominou o jogo, mesmo com as reservas. Tanto que a goleira Díaz, de Costa Rica, foi a melhor da partida. Ela fez várias defesas, mas não conseguiu salvar o chute cruzado de Raquel Fernandes, aos 37 minutos do segundo tempo. As costarriquenhas pouco assustaram a meta de Luciana.

Nas redes sociais, o feito das brasileiras não passou batido – ainda mais em dia de fiasco da seleção masculina na Copa América.

Outros jogos

Além da chave do Brasil, a quarta-feira teve a última rodada do Grupo F, que definiu todos os confrontos das oitavas de final. França e Inglaterra venceram seus jogos contra México (5 a 0) e Colômbia (2 a 1), respectivamente, e se classificaram. As colombianas passaram como uma das quatro melhores terceiras colocadas - as outras foram Holanda, Suíça e Suécia.