NOTÍCIAS
27/05/2015 19:25 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:13 -02

Romário emplaca CPI do Futebol e detona ex-presidente da CBF: 'ladrão'

Montagem/Ricardo Stuckert/Câmara dos Deputados

O escândalo da Fifa chegou ao Congresso Nacional. Com 53 assinaturas, o senador Romário (PSB-RJ) protocolou nesta quarta-feira (27) o pedido de abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O pedido foi motivado pela prisão do ex-presidente da entidade José Maria Marin e de outros seis dirigentes da Fifa, em uma operação de combate à corrupção na Suíça.

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), avaliará a instalação da CPI. Ele já demonstrou vontade política, disse que o assunto mobiliza e a população cobra respostas.

Mais cedo, em uma audiência na Comissão de Educação, Cultura e Esporte, Romário atacou o ex-presidente e o atual presidente da CBF, Marco Polo Del Nero. Além de chamá-los de corruptos e ladrões, o senador disse que o futebol feminino não vai para frente no País por não ser lucrativo. “Se não dá lucro, eles não podem roubar”, emendou. Romário se referiu ao atual presidente da CBF como safado, ladrão e ordinário. Para ele, a prisão de Marin já é o início de um grande futuro.

"Muitos dos corruptos, ladrões e que fazem mal ao futebol foram presos, inclusive um dos maiores do País no que se refere ao esporte, que se chama José Maria Marin, e talvez o motivo de algumas pessoas representando a CBF não estarem aqui é por não estarem passando essa vergonha. Infelizmente, não foi a nossa polícia que prendeu, mas alguém tinha que prender um dia. Ladrão tem que ir para a cadeia."

Galera,O Senado acaba de aprovar a Medida Provisória 665, que limita o acesso ao seguro-desemprego, ao abono salarial e ao seguro-defeso. Foram 39 votos a favor e 32 contrários. Votei contra, mas perdemos por 7 votos. Ainda em fevereiro no meu primeiro discurso registrei que não podemos deixar os ajustes afetarem as camadas mais vulneráveis da população. Vocês podem assistir ao discurso aqui.Agora, para ter direito ao seguro-desemprego, o trabalhador precisará ter trabalhado por, pelo menos, 12 meses nos últimos dois anos. O prazo inicial proposto pelo Governo era de 18 meses.Para pedir o benefício pela segunda vez, o projeto estipula que o trabalhador tenha nove meses de carteira assinada. O Governo queria ampliar para 12 meses.Já a partir da terceira solicitação, a regra continua igual à atual: comprovar o recebimento nos seis meses anteriores à demissão.Concordo que ajustes precisam ser feitos para enfrentar a grave crise financeira que enfrentamos. Porém considero cruel fazer isso justamente quando temos uma elevada taxa de desemprego.Descrição do vídeo #PraCegoVer: Romário está em plenário, em pé, diante de púlpito e fala ao microfone. Atrás dele, há a bandeira do Brasil.

Posted by Romário Faria on Terça, 26 de maio de 2015


Para o senador, a CPI vai permitir que o “desmonte da caixa preta que existe dentro da CBF”. “Para que a gente possa de uma vez por todas moralizar a o futebol brasileiro.” Romário acrescenta que a confederação está envolvida em diversos casos de irregularidades, como acusações de negociar contratos com empresas e federações.

Corrupção

A operação que levou os dirigentes da Fifa para cadeia investiga um esquema de corrupção para a escolha das sedes das próximas duas Copas, com pagamentos de propinas estimados em US$ 100 milhões (R$ 313,4 milhões). Para Romário, há outros ilícitos a serem investigados, que podem atingir a Copa de 2014.

“Estamos acompanhando as matérias que tem saído lá fora e o próprio FBI disse que alguma coisa vai resvalar com em relação a Copa do ano passado, até porque envolve patrocinadores de uniformes da CBF, que também está completamente envolvida nesse negócio que a gente não consegue nem identificar no que realmente acontece."

A operação foi considerada pelo senador como um marco no futebol mundial. “Segundo informações de fora, o próprio presidente da Fida poderá estar envolvido nesse escândalo e a sua eleição que seria sexta-feira talvez possa até ser adiada. Isso com certeza é um ganho para o futebol mundial.”

LEIA TAMBÉM:

- Ex-presidente da CBF José Maria Marin e outros seis dirigentes da Fifa são presos por corrupção em operação na Suíça

- Antes de prisão de Marin, atual presidente da CBF Marco Polo Del Nero chamou gestão do ex-mandatário de ‘exemplar'

- "Vejo com muita satisfação", diz filho de Vladimir Herzog sobre prisão de José Maria Marin por corrupção na Fifa

- Corrupção na Fifa: Alô Brasil, é hora de revisitar a CPI da Nike