ENTRETENIMENTO
27/05/2015 11:58 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:13 -02

'Não há evidência de envenenamento', diz legista de B.B. King

Paul A. Hebert/Invision/AP
BB King performs at Club Nokia on November 11, 2011 in Los Angeles (Photo by Paul A. Hebert/Invision/AP)

Após duas filhas de B.B. King, Karen Williams e Patty King, afirmarem que a empresária LaVerne Toney e o assistente pessoal Myron Johnson envenenaram o músico, o médico legista John Fudenberg falou sobre o caso, afirmando que não há evidência imediata para confirmar essas acusações. "Neste momento, não temos evidência de que essas alegações possam ser fundamentadas", disse ele ao site do jornal britânico The Guardian. "No entanto, estamos levando essas acusações muito a sério e faremos uma investigação minuciosa."

De acordo com o site, a polícia afirma que vai esperar os resultados da autópsia, que pode demorar até oito semanas, para determinar se deve ou não abrir uma investigação de homicídio. "Até que o médico legista do condado de Clark determine que a morte do Sr. King ocorreu por motivos diferentes de causas naturais, o departamento de polícia metropolitana de Las Vegas não vai abrir qualquer investigação", disse a polícia em comunicado enviado ao site.

Karen Williams e Patty King afirmam que os membros da família do músico foram impedidos de visitá-lo e que sua empresária, LaVerne Toney, e seu assistente pessoal, Myron Johnson, apressaram sua morte, que aconteceu em 14 de maio. "Eu acredito que meu pai foi envenenado e que foram administradas substâncias estranhas", afirmaram Karen e Patty em declarações idênticas à polícia de Las Vegas. Os depoimentos foram entregues à agência Associated Press pela advogada das filhas de King, Larissa Drohobyczer. "Eu acredito que meu pai foi assassinado", disseram elas. A polícia investiga as acusações.

Segundo o site do Guardian, King confiou a Toney a execução de seu testamento, que vai dividir entre os familiares do músico uma fortuna que pode chegar a dezenas de milhões de dólares. Johnson estava próximo de King quando ele morreu em sua casa, em Las Vegas, sem a presença de nenhum familiar.

LEIA MAIS:

- Filhas de B.B. King dizem que cantor foi envenenado por empresária

- Polícia dos EUA vai investigar suposto homicídio na morte de B.B. King