VIRAL
27/05/2015 12:25 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:13 -02

'Dancing Man', vítima de bullying por simplesmente dançar, ganha uma festa das GRANDES (VÍDEO)

O londrino Sean O'Brien, 46, ganhou uma enorme festa nesta semana. No entanto, não se trata de uma festa qualquer: é uma ação contra o preconceito.

Alguns meses atrás, O'Brien foi vítima de bullying na internet quando uma foto sua dançando viralizou e diversos comentários maldosos e preconceituosos a respeito de seu corpo foram feitos.

Como você pode ver no vídeo acima, a festa que O'Brien ganhou no Los Angeles Memorial Coliseum foi realmente uma das boas.

Ela aconteceu devido a uma campanha no Twitter, um financiamento coletivo de quase US$ 50 mil (que ultrapassou a meta inicial de 20 mil) e, é claro, solidariedade e empatia (saiba mais no link do segundi parágrafo).

O DJ norte-americano Moby tocou na festa, enquanto Pharrell, Ellie Goulding e Monica Lewinsky apoiaram a festa publicamente. O Free Thought Project encabeçou a organização. Todo dinheiro arrecadado será dirigido à iniciativas anti-bullying e pelo respeito ao corpo, nos Estados Unidos e no Reino Unido.

"Eu apenas pergunto: 'Por quê?' O que ele pensou que conseguiria?", questiona O'Brien, no vídeo, referindo-se à quem postou suas fotos dançando e fez os comentários preconceituosos.

"Por que ele se sentiria melhor ao postar uma mensagem anônima ou constranger alguém?"

Bem... Como diz o Channel 4 em seu vídeo, quem riu por último foi O'Brien.

Agora, o londrino representa o The Dance Free Movement ("o movimento da dança livre", em português), cujo objetivo, segundo O'Brien, é promover "a confiança em si mesmo. Você é o que você é, e temos que dar nosso máximo, pensar positivo".

VEJA TAMBÉM:

- 6 motivos para acreditar que o 'Dancing Man' vai ganhar a melhor festa de 2015

- Pesa acima de 100, é homem e quer ter um alto faturamento?

- Blogueira do Brasil Post é perseguida e ameaçada após publicar texto contra machismo