MULHERES
21/05/2015 18:20 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

Eis o que o seu instrutor de ioga quer que você PARE de fazer

Getty Images

Os benefícios da yoga são infinitos. Ao fazer a postura do cachorro olhando para baixo algumas poucas vezes, por exemplo, você pode reduzir o seu nível de estresse, diminuir o risco de doenças cardíacas, manter um peso saudável e muito mais.

Então, se você sai da sua cadeira para ir às aulas de yoga todas as semanas, parabéns! Mas se você fica mandando mensagens entre as saudações ao sol, o seu professor vai dizer que você está se privando das muitas vantagens da yoga. Nós, do The Huffington Post, perguntamos a alguns professores de yoga o que mais os incomodava. Aqui estão algumas coisas para se ter em mente na próxima aula:

Não pule Shavasana.

Você acha que está ocupado demais para gastar mais dois minutos relaxando, descontraindo e meditando? Tire um tempo para reavaliar isso.

"Vocês que saem bem antes ou durante a Shavasana... se vocês realmente acham que esses dois minutos vão fazer alguma diferença, sinto dizer, mas vocês não aprenderam nada com a aula", disse Kathryn Budig, professora de yoga e autora do The Women's Health Big Book of Yoga.

Não se trata de sair bem na foto.

A yoga é uma prática. E, na maioria das vezes, está longe de ser perfeita. Então, se você faz yoga com o propósito de compartilhar as posturas que você faz com os seus seguidores do Instagram, você não entendeu absolutamente nada. "Você pode sim praticar yoga sem tirar uma foto de si mesmo", disse o instrutor de yoga de longa data Jason Crandell.

Preste atenção

Postura do Guerreiro 2 (Damon Dahlen/Huffington Post)

Não interessa quanto tempo faz que você pratica yoga, sempre há mais por aprender. Então, quando o seu professor estiver demonstrando uma postura ou uma sequência de alongamentos, preste atenção.

"Eu aprendo melhor visualmente e sei o quanto pode ser transmitido através do corpo", disse o instrutor de yoga, que mora em Nova York, Bryn Chrisman. "Por isso me irrita quando os alunos não prestam muita atenção na demonstração de um asana e/ou uma postura apropriada. "Fico espantado de ver quantos estudantes não saem do lugar para ver de perto a demonstração do professor e, quantas vezes devo pedir às pessoas para virem mais perto, de onde elas possam me ver!"

Desligue o iPhone.

Estamos conectados aos nossos celulares o dia todo e a fundadora do estúdio de Yoga Laughing Lotus em Nova York, Dana Trixie Flynn diz que usar a aula de yoga como uma oportunidade para deixar o seu telefone na bolsa é uma boa.

"Um aluno na postura de cachorro olhando para baixo com o seu iPhone ligado... que especial", brincou Flynn.

Lembre-se por que você veio.

Postura de cachorro olhando para baixo (Damon Dahlen / Huffington Post)

Praticar Yoga de uma forma que te faça feliz é certamente importante. Mas, quando estiver na aula, a professora de yoga de Nova York, Stacey Brass-Russell, prefere que as pessoas a acompanhem.

"Eu acho que a minha insatisfação número um é quando um estudante aparece na aula e faz o que quer", disse. "Fazer algumas alterações por causa de lesões é, obviamente, sempre uma prioridade, mas de outra forma, eu acho que quando você escolhe ter uma aula deve estar aberto e receptivo para o que o professor está ensinando e seguir as instruções."

(Tradução: Simone Palma)

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

LEIA MAIS:

O corpo de quem pratica yoga: rejeitando as imagens idealizadas pela sociedade

Yoga evita depressão e ansiedade em idosos, diz pesquisa

Fazer yoga e meditar alteram o corpo no nível celular, sugere estudo