LGBT
21/05/2015 14:00 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

Comissão de Direitos Humanos elege tucano Carlos Bezerra como presidente e vice petista ironiza ausência de Telhada

Montagem/Facebook

O deputado estadual Carlos Bezerra Jr. (PSDB) foi eleito presidente da Comissão de Direitos Humanos (CDH) da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). O resultado, já esperado, colocou ainda a deputada Beth Sahão (PT) na vice-presidência da comissão. O encontro foi tranquilo, porém uma ausência não passou em branco: a do Coronel Telhada (PSDB).

O ex-comandante da Rota foi personagem central da polêmica em torno do seu pedido para integrar a CDH, o qual foi atendido pela liderança do PSDB na Alesp. Setores internos do partido rejeitaram a indicação, mas ela não foi revista pelos tucanos. Apesar da promessa feita em plenário – de que não faltaria a nenhuma reunião –, Telhada não participou da reunião.

Crítica à indicação de Telhada para a CDH, Beth Sahão ironizou a ausência do deputado tucano.

“Não estou aqui para julgar os motivos que o levaram a não comparecer a essa importante reunião. Prefiro reproduzir aqui as sensatas palavras do presidente Carlos Bezerra, do PSDB: ‘Hoje nós tivemos aqui uma ausência eloquente, que fala por si só. A ausência denota a importância que dão aqueles que têm essa postura a esse tipo de comissão’. E pensar que, algumas semanas atrás, o deputado Telhada se apresentava como candidato à presidência da Comissão. Vemos bem a importância que ele dá a ela”, escreveu em sua página no Facebook.

AUSÊNCIA QUE CHAMOU A ATENÇÃOVocês acompanharam polêmica que travei, nas últimas semanas, por não concordar com a...

Posted by Beth Sahão on Quinta, 21 de maio de 2015

Integrante da CDH na legislatura passada, Bezerra disse que o trabalho que a comissão vai fazer será “em defesa de quem não tem voz nem vez”. Além disso, o deputado do PSDB – que também não concordou com a indicação de Telhada – afirmou que não irá permitir “que este caminho seja interrompido por tentativas de promoção pessoal ou marketing político rasteiro”.

Hoje tive a honra de ser eleito presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de São Paulo.Essa...

Posted by Carlos Alberto Bezerra Jr on Quarta, 20 de maio de 2015

Uma das primeiras medidas adotadas pelo presidente da CDH foi sugerir que cada integrante apresente cinco temas para debate junto aos demais parlamentares, a fim de produzir uma agenda de temas para discussão da comissão – sempre em reuniões às quartas-feiras, às 15h.

ATUALIZAÇÃO - Dia 22/05/2015, às 7h - A assessoria de Telhada informou, por e-mail, que o parlamentar "estava de licença não-remunerada", publicada, segundo a assessoria, "no início de abril" e que a ausência nesta semana não se deu apenas na CDH, mas sim em todas as comissões das quais o deputado faz parte.

LEIA TAMBÉM

- Após indicação de Telhada, deputados de SP definem os rumos da Comissão de Direitos Humanos

- Após matar quase 1.000 em 2014, PM de SP mantém alto grau de letalidade em 2015

- ♥ ♥ ♥ 8 vezes em que Coronel Telhada foi um fofo ♥ ♥ ♥

- Geraldo Alckmin veta proibição do uso de bala de borracha em protestos aprovada pela Alesp

- ESTUDO: 2014 foi um ano ruim para a liberdade de expressão no Brasil