ENTRETENIMENTO
19/05/2015 15:28 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

Sophie Turner e George R.R. Martin comentam AQUELA cena do último episódio de 'Game of Thrones' (SPOILER)

Reprodução/Montagem

Este texto contém spoilers. Se você ainda não assistiu ao último episódio de Game of Thrones, o Brasil Post sugere que você pare a leitura aqui.

No último domingo (17) em Game of Thrones, uma chocante cena de estupro se tornou ponto de partida para polêmica e revolta entre os fãs da série da HBO.

A personagem Sansa Stark (Sophie Turner) foi violentada por seu marido, o sádico Ramsay Bolton (Iwan Rheon), que conseguiu o controle absoluto sobre Winterfell, área que já pertenceu aos Stark.

Além de estuprar sua esposa, Ramsay manda seu escravo e amigo de infância de Sansa, Theon Grejoy/Reek (Alfie Allen) testemunhar a violência, após lhe dizer: "Você conhece Sansa desde quando ela era criança. Agora a veja tornar-se uma mulher".

Esta cena acontece em Unbowed, Unbent, Unbroken, sexto episódio da 5ª temporada da série.

O site feminista de cultura pop The Mary Sue disse que, além de ser mais uma cena de violência contra a mulher em GoT – quem vê a série sabe como isso é frequente –, ela é desnecessária para contar a história.

Inclusive, o site optou por parar de fazer cobertura de Game of Thrones,.

Segundo O Globo, o estupro de Sansa não acontece nos livros de George R.R. Martin que deram origem à série da HBO.

A atriz Sophie Turner jogou lenha na fogueira ao dizer à Entertainment Weekly "ter amado" a cena:

"Quando li essa cena [no roteiro], meio que a amei. Eu amei o jeito que Ramsay pôs Theon para assistir [ao estupro]. Tudo isso foi bem pirado. E também foi tão assustador para mim fazê-la. Tenho feito [o produtor da série Bryan Cogman] se sentir tão mal por ter escrito a cena: 'Não acredito que você está fazendo isso!" Mas, secretamente, eu a amei".

Em seu blog, Martin também comentou a polêmica. Ele diz ter deletado comentários sobre a cena e sugere aos leitores procurarem textos de críticos de TV para comentar e colaborar com o debate. Além disso, ele escreveu:

"Há diferenças entre os livros e a série de TV desde o primeiro episódio da primeira temporada. David [Benioff], Dan [B. Weiss], Bryan [Cogman; produtores] e a HBO estão tentando fazer a melhor TV que eles podem. E eu, aqui, estou tentando escrever os melhores livros que posso. E sim, mais e mais, eles serão diferentes".

LEIA TAMBÉM:

- 3 coisas que você precisa saber sobre a nova temporada de 'Game of Thrones' – sem spoilers! (GIFs)

- 12 coisas que você não sabia sobre 'Game of Thrones', segundo o elenco

- Continente de Game Of Thrones ganha versão Google Maps

- Arya, Khaleesi e Tyrion: a influência de Game of Thrones sobre os nomes de bebês