NOTÍCIAS
15/05/2015 17:00 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

Ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha é ironizado por Mais Médicos e governo de Dilma em restaurante de SP (VÍDEO)

Montagem/Facebook

Ex-ministro da Saúde e atual secretário municipal de Relações Governamentais de São Paulo, Alexandre Padilha foi alvo de uma manifestação irônica de um pequeno grupo em um restaurante da capital paulista. O vídeo caiu nas redes sociais na tarde desta sexta-feira (15), poucas horas após o episódio.

Nas imagens, um homem aparece pedindo a atenção dos presentes. Em seguida, ele dirige algumas palavras ao ex-ministro da Saúde.

“Queria saudar aqui hoje e dizer que temos a ilustre presença do ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha, que nos brindou com o programa Mais Médicos, da presidente Dilma Rousseff, responsável por um gasto de R$ 1 bilhão que nós todos, otários aqui, pagamos até hoje. Então, uma salva de palmas para ele”.

Entre aplausos irônicos, Padilha rebate:

“Sessenta e três milhões de pessoas são atendidas...”.

Parabéns pela atitude. Mais brasileiros têm de seguir esse exemplo e manifestar sua opinião publicamente. Aconteceu hoje em um dos restaurantes mais exclusivos de SP!

Posted by Vem Pra Rua Brasil on Sexta, 15 de maio de 2015

São 38 segundos de vídeo e de acordo com o dono do restaurante Varanda, Sylvio Lazzarini, não passou disso. Em entrevista ao Brasil Post, ele contou mais detalhes do que aconteceu.

“Foi por volta das 14h de hoje. O ministro estava sentado em uma mesa com um grupo de amigos de infância, que são frequentadores há muitos anos. O rapaz chegou com dois acompanhantes e, quando viu o ministro, tomou essa atitude e se retirou”, contou Lazzarini.

Ainda segundo o proprietário, a equipe do estabelecimento logo agiu e os três envolvidos no episódio se retiraram. “Esse rapaz é um cliente nosso já conhecido”, disse. “Evitamos o conflito e o ministro foi muito sóbrio e não respondeu nada. Ele ficou bastante tempo depois, 1h30, ele e os seus amigos estavam almoçando e ficaram conversando”, concluiu Lazzarini.

A reportagem procurou a assessoria de imprensa do secretário, mas não conseguiu contato com Padilha, que tinha prevista durante a tarde desta sexta-feira uma agenda no Jardim Ângela, na zona sul de São Paulo.

LEIA TAMBÉM

- Fernando Haddad é chamado de ‘burguês' e é cobrado por moradores da Favela do Moinho (VÍDEO)

- Haddad alfineta Marta Suplicy e defende PT e Lula de críticas

- Fora do ministério, Padilha recebe convite para ser secretário em São Paulo

- Maluf é punido pelo PP por 'traição' na campanha ao governo de São Paulo