MULHERES
06/05/2015 11:22 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:02 -02

Executiva da Apple é a mulher mais bem paga dos EUA

LEON NEAL via Getty Images
Chief Executive Officer (CEO), of Burberry, Angela Ahrendts, addresses delegates during a 'Heritage Luxury' conference in central London on November 9, 2010. The event is aimed at bringing together the heads of a wide variety of high end luxury manufacturers, to share their experiences and thoughts on the future of fashion and design. AFP PHOTO / LEON NEAL (Photo credit should read LEON NEAL/AFP/Getty Images)

Angela Ahrendts, vice-presidente de varejo da Apple, foi a executiva mais bem paga dos Estados Unidos no ano passado, segundo levantamento da Bloomberg. Angela deixou a presidência da marca de luxo Burberry em maio de 2014 para assumir um cargo na empresa criada por Steve Jobs. A executiva faturou 82,6 milhões de dólares no ano passado. Ela também foi a primeira mulher a fazer parte do alto escalão da empresa.

Safra Catz, co-presidente da Oracle, ficou em segundo lugar no ranking por ter recebido 71,2 milhões de dólares. O salário da executiva poderia ser maior, pois foi promovida ao cargo de co-presidente apenas em setembro de 2014. Até então, era diretora financeira.

Em terceiro lugar ficou Marissa Mayer, presidente do Yahoo, que, aos 39 anos faturou 59,1 milhões de dólares.

Para chegar a esse montante, a Bloomberg contabilizou bônus e remuneração variável em ações. Quando contabilizados apenas os salários em dólar, sem levar em conta as ações, o primeiro lugar fica com a presidente da empresa do setor de defesa, Lockheed, Marillyn Hewson, que faturou no ano passado 36,7 milhões de dólares.

O levantamento da Bloomberg, que ainda não foi divulgado em sua totalidade, aponta que 8 dos 100 executivos mais bem pagos do país são mulheres.