MULHERES
03/05/2015 14:32 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:02 -02

As emergências do dia a dia estressam você?

iStock

Emergências do dia a dia – tais como ficar trancado fora do carro, perder um documento importante ou ver a bateria do seu telefone acabar – têm o potencial de nos deixar loucos.

"As emergências do dia a dia podem ser muito estressantes para algumas pessoas e algo comum para outras", diz Jonathan Freeman, professor de psicologia da Goldsmiths, na Universidade de Londres.

Mas por que esses pequenos percalços imprevisíveis têm o poder de causar em alguns de nós uma quantidade enorme de estresse?

De acordo com psicólogos da Goldsmiths, a maneira como você responde a uma emergência cotidiana depende da sua propensão a um tipo de pensamento que eles chamam de "fearcasting", uma combinação das palavras em inglês fear e forecast (em português, respectivamente ‘medo´ e ‘previsão’. Algo como "prever o que vem de pior").

"O termo 'fearcasting', foi desenvolvido para explicar como você lida com os piores cenários na sua cabeça quando acontece uma emergência do dia a dia - você está prevendo seus medos", explica Freeman para o HuffPost UK Lifestyle.

Freeman e seus colegas cunharam o termo depois de realizarem um experimento social em que observaram como um grupo de pessoas reagia às emergências cotidianas; emocional e fisicamente.

Eles descobriram que o "fearcasting" era um fator-chave de contribuição para o estresse causado pelas emergências diárias.

"Se você pensar em um indivíduo que imagina o pior cenário possível de uma emergência do dia a dia, é fácil perceber por que isso acontece", acrescenta Freeman.

"Dormiu mal à noite? Você fearcast um dia ruim à frente.

"Perdeu o trem? Você fearcast que chega atrasado para uma reunião importante e vê seu colega de trabalho substituindo-o, e depois recebendo todo o crédito por impressionar o cliente.

"Preso no trânsito? Você fearcast que a pessoa que está indo buscar está perdida e tendo todo tipo de problemas só porque você não foi buscá-la na hora certa."

Então, como você pode parar de ter esse tipo de pensamento fearcasting?

"Em primeiro lugar, aprenda a reconhecer quando você está fazendo fearcasting", diz Freeman. "Preste atenção em como e por que você está reagindo de uma certa forma. Prestar atenção em como você pensa pode ajudá-lo também a ver diferentes perspectivas.

"Em seguida, imagine um resultado mais positivo, seja otimista. Imagine que o impacto de uma emergência diária faz parte da vida, é algo comum, sem estresse.

"Pense e aja estrategicamente. Como você pode usar os recursos que tem à sua disposição para minimizar o impacto de qualquer emergência no seu dia?"

Assim como o fearcasting, o estudo revelou também outras quatro áreas que afetam o modo como reagimos a situações potencialmente estressantes:

1. Recursos - Quanto mais recursos você tiver para resolver um problema, menos estressante será esta emergência do dia a dia (por exemplo, ter dinheiro, tempo, pessoas com experiência). Nesse caso, o exemplo dos escoteiros cai bem: "esteja sempre preparado".

2. Constatação - A constatação repentina de estar fora do controle na emergência cotidiana contribui para o estresse no geral.

3. Dimensão - A dimensão da perturbação impacta diretamente os níveis de estresse (por exemplo, meia-calça rasgada vs. quebrar o salto).

4. Contexto - O seu nível de estresse antes da emergência diária afeta dramaticamente como você reage. Se você já estava tendo outros dramas na vida, então o que pode ser considerado uma 'pequena' emergência de todos os dias poderia tornar-se a gota d´água.

O estudo foi realizado em parceria com a Direct Line, que também requisitou uma pesquisa para descobrir as emergências cotidianas mais comuns que estressam as pessoas no Reino Unido.

Quantas delas você já vivenciou hoje?

1. Não conseguir dormir.

2. Perder as chaves.

3. Ficar preso no trânsito quando está atrasado.

4. Perder um papel ou documento importante.

5. Não encontrar lugar para estacionar.

6. A impressora não funcionar quando você mais precisa.

7. Ficar sem bateria no celular quando está na rua.

8. Descobrir que você está sem papel higiênico no banheiro.

9. Lidar com atendimento ao cliente eletrônico.

10. Esquecer seu cartão na hora da compra.

O Direct Line realizou um evento Everday Fix, na Somerset House, nos dias 8 e 9 de Abril, em que os designers mostraram produtos e serviços que ajudam com as emergências do dia a dia.

(Tradução: Simone Palma)

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost UK e traduzido do inglês.

LEIA MAIS:

5 maneiras como o estresse atrapalha o sono (e o que fazer contra isso)

Colorir não é só para crianças: a atividade pode aliviar o estresse e você não sabia (FOTOS)

Como a ansiedade afeta o seu corpo (INFOGRÁFICO)