NOTÍCIAS
30/04/2015 20:21 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:02 -02

Boxe profissional retorna a Cuba após 51 anos

Wikicommons

O governo cubano anunciou nesta quinta-feira (30) o retorno do país à liga profissional de boxe, a WSB, após 51 anos fora do circuito. Os atletas passarão a receber bolsas, enquanto o campeonato premia em até US$ 500 mil.

"Esse é o nascimento da franquia cubana. Cuba é um dos melhores países do mundo no boxe e sua participação na WSB será espetacular", afirmou Karim Bouzidi, chefe executivo da WSB, segundo informou o UOL.

O anúncio foi feito enquanto a Federação Cubana de Boxe estava no México para participar de uma competição da Associação Internacional de Boxe Amador (Aiba), conforme noticiou a Folha.

Alberto Puig la Barca, presidente da associação cubana, afirmou que "é um momento especial estar aqui [no México] para ver que nossa entrada na Série Mundial foi concretizada. Não poderíamos ter sonhado com um melhor evento para iniciar nossa volta ao terreno profissional."

Puig ainda confirmou que os boxeadores cubanos irão treinar no Coliseu da Cidade Desportiva, em Havana, e cobrarão para suas lutas, sem revelar valores. No WSB, os atletas recebem um salário mensal entre US$ 1 mil e US$ 3 mil dólares, além de bonificação de US$ 500 a US$ 2 mil pelo desempenho.

O Campeonato Mundial de Boxe desse ano terá 30 vagas para as Olimpíadas. Será a primeira vez que as dez categorias olímpicas estarão em disputa no torneio.

LEIA MAIS:

- Ela já foi o 'Rei do Boxe'. E agora quer ser aceita no esporte como empresária

- Mayweather x Pacquiao: A luta de boxe de US$ 250 milhões já tem data e local

- Sylvester Stallone melhorou muito o dia desses caras – saiba por quê

Eleições nos EUA
As últimas pesquisas, notícias e análises sobre a disputa presidencial em 2020, pela equipe do HuffPost