COMPORTAMENTO
24/04/2015 19:49 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:02 -02

Novo jogo Star Wars Battlefront sai antes do filme (VIDEO)

A semana passada deixou os fãs de Star Wars em polvorosa. Primeiro, devido ao fato mais importante – saiu um novo trailer e foi confirmado para dezembro o lançamento de Star Wars: O Despertar da Força, o sétimo episódio e início da nova trilogia. Pouco tempo depois, também durante a Star Wars Celebration, a maior convenção de amantes de Darth Vader do mundo, os fãs foram agraciados com Star Wars: Battlefront, e o pouco de sanidade que restava aos nerds deixou de existir assim como a Estrela da Morte em Uma Nova Esperança (1977).

Será um dos maiores jogos de Star Wars já feitos – e o com tecnologia mais avançada, uma vez que é o primeiro para a nova geração de consoles (e também o mais recente para PC). E é por isso que os fãs estão doidos, mas vão ter que esperar até 17 de novembro, um pouquinho antes do lançamento do filme, para lutar contra o Império – ou por ele.

Battlefront é, na realidade, um reboot. O original foi lançado em 2004 e a sequência veio um ano depois. Agora, a DICE, um dos departamentos de desenvolvimento da Eletronic Arts, quer transformar o jogo num ambiente massivo de ação na época da guerra entre o Império e a Aliança Rebelde com tudo o que o fã tem direito – AT-ATs, X-Wings, sabres de luz, lasers e clones que, se tudo der certo, vão acertar algum tiro. Como o próprio nome indica, o foco do jogo serão as batalhas, e a promessa é de que tudo siga a linha original da primeira trilogia, dos efeitos sonoros aos visuais dos planetas exóticos.

Vai dar para escolher os dois lados da força e personalizar o personagem, escolhendo armas, equipamentos e habilidades que vão melhorando conforme o jogador avança. Há toda uma parte social, que permite que jogadores troquem itens entre si e formem grupos para missões cooperativas. Esse, aliás, vai ser um dos pontos mais legais – as partidas multiplayer vão suportar 40 jogadores de uma só vez. Que a força esteja com esses servidores…

Pelo vídeo de divulgação, dá para ver qual a linha que o jogo vai seguir, mas dificilmente essas imagens vão aparecer na sua telinha enquanto você estiver jogando. As únicas pessoas que conseguiram ver o jogo em ação foram as que visitaram o estande da DICE na Star Wars Celebration na Califórnia, mas quem entrou lá gostou e muito do que viu. A nós, reles mortais sem o poder dos jedis, resta esperar o próximo trailer.

Ou a segunda opção – ir esquentando os motores da Millenium Falcon e se preparando para Battlefront com o que o universo de George Lucas já nos ofereceu nos consoles e computadores. É bom lembrar, há cerca de 200 jogos relacionados a Star Wars, começando lá em 1982, e por isso selecionamos apenas o que há de melhor nessa infinidade de títulos, inclusive escolhendo alguns de fácil acesso!

Star Wars: Knights of the Old Republic (2003)

Quase uma unanimidade nas listas de “Melhor Jogo de Star Wars”. O RPG desenvolvido pela BioWare acertou em cheio os desejos dos fãs da série – situou o jogo muito tempo antes do primeiro episódio da saga e deu a eles lugares apenas mencionados nos filmes para explorar, além de oferecer as opções de atuar como um salvador jedi ou um sith traidor. Personagens, planetas, bem contra o mal, história bem construída… Tudo o que um fanático da franquia queria. Dá para jogar no computador e também nos celulares, com as versões lançadas recentemente.

Star Wars: Arcade (1983)

O primeiro grande sucesso de Star Wars nos videogames. Numa época em que os arcades ainda imperavam (antes de a indústria de games sofrer o famoso crash neste mesmo ano), Star Wars apareceu com gráficos vetorizados numa “simulação de três dimensões” das batalhas interestelares contra Tie Fighters e Darth Vader. Uma pérola que, infelizmente, só é acessível via cabine original de arcade, um raro objeto de desejo dos colecionadores de jogos e itens da franquia.

Super Star Wars (A trilogia do Super NES – 1992 a 1994)

Tudo em duas dimensões, mas (quase) perfeitamente enquadrado no universo dos filmes. Cada um dos três games corresponde a um filme da trilogia dos episódios IV, V e VI, colocando o jogador no controle de Luke Skywalker, Han Solo, Chewbacca e Princesa Leia num misto de ação a pé e sobre veículos. Estão disponíveis no Virtual Console das plataformas da Nintendo ou via emuladores – e valem muito a pena.

Star Wars: Rogue Squadron (1998)

A X-Wing é uma das naves mais famosas da franquia e uma das favoritas dos fãs. Então a LucasArts decidiu lançar um game em que Luke Skywalker comandaria todo um esquadrão delas. Com bons visuais, controles e história, Rogue Squadron fez um tremendo sucesso no Nintendo 64 – tanto que voltou a aparecer duas vezes no GameCube alguns anos depois. Aqui, dá para tentar achar a versão para PC ou recorrer a um emulador.

Star Wars: The Old Republic (2011)

Foi a investida do universo de Star Wars na área dos MMORPGs, aqueles jogos com milhares de jogadores compartilhando o mesmo mundo, trocando itens e passando dezenas de horas ininterruptas na frente do computador. Novamente é possível escolher o lado da força, as classes e as habilidades, sendo basicamente um Knights of the Old Republic ampliado e com mais funções online. O jogo é dono de um recorde – em três dias no mercado, reuniu um milhão de jogadores. E tem provavelmente um dos trailers de anúncio mais épicos da história. Disponível na Steam!

<

strong>Star Wars: Republic Commando (2005)

Quando os jogos de tiro em primeira pessoa ainda não tinham ganhado tanto espaço, Star Wars começou a ocupar o terreno com Republic Commando. Aqui, o jogador controla um clone que lidera o Esquadrão Delta, composto pelos melhores soldados clonados que existem. Cada um dos integrantes da equipe tem equipamentos e habilidades especiais e recebem ordens do jogador durante as missões. Algo diferente de tudo o que os fãs da franquia haviam jogado – e que você pode jogar no computador ou em plataformas mobile.