LGBT
23/04/2015 17:42 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:54 -02

Ex-'Rei do Boxe', Kellie Maloney quer retornar ao esporte como empresária e enfrenta preconceito

Montagem/GettyImages

A lenda do boxe antigamente conhecida como Frank Maloney anunciou que voltará ao esporte. Depois de passar por uma cirurgia de mudança de sexo, a mulher chamada hoje de Kellie Maloney revelou nesta quinta-feira que decidiu atuar como empresária, função na qual se destacou e marcou época na modalidade, quando ainda assumia a identidade de homem.

Maloney, quando ainda usava o nome de Frank, foi responsável pela ascensão meteórica de Lennox Lewis, quando o britânico se tornou campeão mundial dos pesos pesados de todas as organizações do boxe durante a década de 90. Agora, já como Kellie, voltará à modalidade e revelou já ter acordo para cuidar da carreira de dois pugilistas que ainda buscam espaço no esporte.

"Eu tenho que começar de baixo novamente e não há como ser de outra forma. A oportunidade e o desafio pessoal são muito grandes", declarou Maloney, que também levou os boxeadores Paul Ingle e Scott Harrison a títulos mundiais.

Maloney havia encerrado sua carreira de 30 anos no boxe em 2013, quando devolveu a licença que tinha à Comissão de Controle do Boxe Britânico por se dizer desiludido com o esporte. No ano seguinte, surpreendeu ao anunciar que faria uma cirurgia para mudar de sexo. Quando ainda era Frank, o empresário chegou a ter o nome envolvido em polêmicas por homofobia.

Em uma entrevista ao jornal inglês Sunday Mirror , na qual revelou a mudança de sexo, Maloney revelou que nunca se sentiu confortável em um corpo masculino.

"Eu nasci no corpo errado e sempre soube que era uma mulher. Não posso continuar vivendo na sombra", explicou. Pouco após a divulgação da entrevista, Maloney recebeu diversas mensagens de apoio, inclusive de pessoas ligadas ao boxe, considerado um meio machista, e não escondeu a surpresa. "É este tipo de pessoas que você nunca esperava que fossem te apoiar. Me deixa tão orgulhoso e só quero agradecer a eles pelo apoio", afirmou ao Sunday Mirror.

Maloney ainda garantiu: "Isto mostra que o mundo está mudando". "Está mudando para melhor. Muitas outras pessoas em minha posição foram severamente traumatizadas por anos pelo que passaram. Eu não posso agradecer o povo britânico o suficiente por seu cuidado e entendimento", comentou.

LEIA MAIS:

- Mayweather x Pacquiao: A luta de boxe de US$ 250 milhões já tem data e local

- Sylvester Stallone melhorou muito o dia desses caras – saiba por quê

- Por que Muhammad Ali é um dos maiores do século