NOTÍCIAS
21/04/2015 15:36 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:52 -02

Morte de Vladimir Capella: diretor de teatro infantil morre aos 63 anos

O diretor, dramaturgo e músico Vladimir Capella morreu às 9h20 desta terça-feira, 21, aos 63 anos, por conta de complicações cardiorrespiratórias. Ele estava internado no Complexo Hospitalar Maria Braido, em São Caetano do Sul. Ainda não há informações sobre velório e enterro.

De acordo com sua sobrinha, Monalisa Delgado, em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, ele estava hospitalizado há cerca de 20 dias na Unidade de Terapia Intensiva em decorrência de um enfisema pulmonar.

Carreira no teatro

Natural de São Caetano do Sul, no ABC paulista, Vladimir Capella nasceu em 31 de julho de 1951 e estudou na Fundação das Artes, em sua cidade. Dramaturgo, diretor e músico, Capella especializou-se em textos para o público infanto-juvenil. Sua estreia na direção foi em 1978 com o espetáculo Panos e Lendas, que lhe rendeu os prêmios Mambembe, Governador do Estado de São Paulo e Molière. Em 1985, teve outro espetáculo reconhecido, o Avoar, que recebeu o Prêmio Apetesp. Com a peça Antes de Ir ao Baile, de 1986, também foi premiado pela Apetesp.

Capella é um dos mais importantes autores contemporâneos de peças infantis. Escreveu e dirigiu produções aclamadas como "Panos e Lendas" (1978), e "Avoar" (1985). Em 2003, adaptou para o teatro o livro do escritor Jorge Amado, "O Gato Malhado e A Andorinha Sinhá".

(Com Estadão Conteúdo)