NOTÍCIAS
17/04/2015 17:21 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:52 -02

Melhor chefe do mundo: Empresário reduz em 90% seu salário para pagar remuneração de US$ 70 mil aos funcionários

Reprodução/YouTube

O empresário Dan Price se tornou mundialmente famoso por uma iniciativa inédita implantada nesta semana em sua empresa, visando o bem-estar de seus funcionários. Depois e ler uma pesquisa da Universidade de Princeton, que apontava a quantia exata para um profissional ser feliz, o fundador da empresa de pagamentos Gravity Payments decidiu reduzir o próprio salário para que fosse possível aumentar a remuneração de todos seus colaboradores.

No início desta semana, Dan surpreendeu sua equipe de 120 pessoas ao contar a novidade: o salário mínimo será de US$ 70 mil por ano, o equivalente a quase R$ 18 mil por mês. O empresário planejou que todos os funcionários, até aqueles com salários bem mais baixos que esse, chegariam a essa remuneração nos próximos três anos. Atualmente, a remuneração média da empresa é de US$ 48 mil anuais.

Para financiar o aumento de seus funcionários, o empresário terá de reduzir seu salário em 90%. Até 2017, a remuneração de US$ 1 milhão anual passará para US$ 70 mil, uma mudança significativa em um país onde é comum disparidades salariais entre líderes e funcionários.

Os Estados Unidos é um dos países com maior desigualdade salarial, com altos executivos que chegam a ganhar 300 vezes mais do que um trabalhador médio.

Ao The New York Times, Dan afirma que ouvia reclamações de seus amigos sobre os salários baixos pagos pelas empresas americanas e pensou em fazer algo sobre isso, por mais que a ideia parecesse loucura para muitos empresários.

"Existem riscos associados a essa iniciativa - mas estamos trabalhando para tentar compensar esse risco."

Dan começou o negócio em 2004, aos 19. Hoje, aos 30 anos, sua empresa fatura US$ 2,2 milhões por ano. O espírito empreendedor veio de família. Seu pai, Ron Price, é consultor de carreira, palestrante motivacional e escreveu um livro sobre liderança empresarial.

A pesquisa por trás da ideia de Price foi realizada por pesquisadores da Universidade de Princeton em 2010, Angus Deaton e Daniel Kahneman, vencedor do Prêmio Nobel.

Eles descobriram o que eles chamam de "bem-estar emocional", definido pela quantidade de dinheiro em que um indivíduo recebe. Segundo eles, o dinheiro traz felicidade - mas até uma certa quantia. E essa quantidade gira em torno de US$ 70 mil e US$ 75 mil por ano.