NOTÍCIAS
15/04/2015 19:13 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:52 -02

Snoop Dogg investe US$ 3 milhões em app para delivery de maconha

Depois que a maconha medicinal foi legalizada na Califórnia e o movimento de liberação também para uso recreativo começou a se estender para outras partes dos Estados Unidos, os negócios relacionados à planta proliferaram no país.

Existem ao menos cinco aplicativos para smartphones voltados para consumidores que desejam um serviço delivery de maconha, conhecida cientificamente como cannabis.

eaze

Aplicativo recebeu US$ 3 milhões de Snoop Dogg

Um deles é o Eaze, que acaba de receber o aporte de 3 milhões de dólares do rapper Snoop Dogg. Alguns podem achar que Snoop está apenas investindo em algo que ele gosta, já que é um defensor do uso de maconha, mas a real é que o negócio se tornou lucrativo pra valer.

Apenas em 2014 o Eaze arrecadou 1 milhão e meio de dólares em lucros, e a tendência é que isso cresça, já que a maconha vem sendo legalizada em diversos estados norte-americanos. Até o momento, a empresa conseguiu levantar US$ 10 milhões de investidores.

O aplicativo tem uma lógica simples de funcionamento: ele conecta consumidores aos fornecedores mais próximos e garante a entrega. Inicialmente idealizado para ser usado na Califórnia, o app deve aumentar sua atuação para outras regiões do país.

Segundo o blog Link, do Estado de S. Paulo, a Apple não vai deixar passar a oportunidade de trabalhar com aplicativos relacionados a maconha. Anteriormente a empresa barrava automaticamente qualquer app que fizesse apologia ao uso de qualquer droga, mas desde fevereiro permite apps relacionados a maconha em estados norte-americanos que legalizaram a erva.

LEIA MAIS:

- 10 iniciativas no Brasil que vão na contramão da guerra às drogas

- Maconha medicinal: agora vamos ter de brigar pelo THC

- Conhecer a erva para reconhecê-la