NOTÍCIAS
08/04/2015 12:42 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:45 -02

Retratos sinceros de uma fotógrafa quer que você responda: 'Qual é o seu maior arrependimento?'

Ter largado a faculdade. Não ter dito "eu te amo" o bastante. Não escutar. Não escrever.

Estes são atos que enchem as pessoas de remorso. A fotógrafa Alecsandra Raluca Dragoi, nascida na Romênia e agora morando em Londres, ficou fascinada com esta simples, mas torturante questão: Qual é o seu maior arrependimento? Seja algo que alguém fez ou, na maioria dos casos, que não fez, ela queria destacar a profundidade da tragédia, da nostalgia e até mesmo do humor associado a essa questão.

Não dizer “Eu te amo” o BASTANTE.

Em seu projeto apropriadamente chamado "Qual é o Seu Maior Arrependimento?", Dragoi procurava oferecer um espaço para que estranhos explorassem seu passado e todo o remorso que lá reside. Ao realizar as sessões de fotos em espaços públicos, como parques e shoppings, ela criou um lugar para que as pessoas pudessem vocalizar suas mais profundas preocupações e culpas, que vão desde o brincalhão ("Ter transado com a mãe de Lee") até os que partem o coração ("não ter estado com meu pai quando ele morreu há 15 anos").

A fotógrafa, que tem apenas 22 anos, achou importante ganhar a confiança dos participantes, convidando muitos deles a se abrirem pela primeira vez. Apesar de ser jovem, ela demostra uma profunda compreensão do tempo, do perdão e do poder de compartilhar o que há tanto tempo foi reprimido. Ela insiste em dizer que o projeto foi inspirado na obra da artista conceitual Gillian Wearing, uma mulher conhecida por fotografar estranhos anônimos com compaixão e introspecção.

"Eu acho que, muitas vezes, quando você compartilha seus pensamentos com alguém, mesmo que seja uma pessoa estranha, você libera uma mancha dolorosa da alma e você pode se sentir livre," escreve Dragoi em seu site de fotografia.

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

LEIA MAIS:

- Uma jornada pessoal em busca de outra medida

- 6 coisas que ninguém te conta sobre sonambulismo