NOTÍCIAS
08/04/2015 10:10 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:45 -02

Jair Bolsonaro diz ter sido ‘discriminado' por Jean Wyllys, que não quis se sentar ao seu lado em avião (VÍDEO)

O deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) se envolveu em mais uma polêmica. Desta vez, revelada por ele mesmo. Em vídeo postado em sua página no Facebook, o parlamentar disse ter sido alvo de ‘heterofobia’ em um voo, no qual se sentaria ao lado de outro parlamentar, Jean Wyllys (PSol-RJ).

Nas imagens, Bolsonaro se encontra com Wyllys e diz que irá se sentar ao seu lado no avião. Sem falar nada, o deputado do PSol se levanta e se senta em outra fileira. O parlamentar do PP então se queixa pela atitude do colega de Congresso Nacional.

“O que aconteceria se um homossexual fosse humilhado em um voo da TAM?”, escreveu Bolsonaro na postagem. “Se fosse eu quem tivesse praticado tal atitude, pelo PLC 122/2006 (Senado), que criminaliza a homofobia, estaria sujeito à pena de 1 a 3 anos de reclusão, além da perda do mandato e o fato seria noticiado pela maioria dos telejornais”, emendou.

O QUE ACONTECERIA SE UM HOMOSSEXUAL FOSSE HUMILHADO EM VOO DA TAM ? Ao embarcar hoje no voo da TAM JJ 3024 (10H19),...

Posted by Jair Messias Bolsonaro on Terça, 7 de abril de 2015

O vídeo caiu como uma luva para outros defensores da direita, desde o filho do deputado do PP, o deputado estadual Flavio Bolsonaro (PP-RJ)...

Pela proposta que tramita no Congresso, quem muda de mesa num restaurante ou de assento num avião para ficar longe de um...

Posted by Flavio Bolsonaro on Quarta, 8 de abril de 2015

... chegando à jornalista e apresentadora do SBT Rachel Sheherazade.

Jean Wyllys VS Jair Messias BolsonaroO que aconteceria se um homossexual fosse humilhado em voo da tam?

Posted by Rachel Sheherazade on Terça, 7 de abril de 2015

Já Jean Wyllys se pronunciou sobre o episódio em sua página oficial no Facebook. Sem citar Bolsonaro, ele justificou que não poderia estar ao lado de "escroques piores que Ademar de Barros", e que "fazem apologia ao estupro de mulheres".

Presa pela ditadura Vargas - que durou de 1937 a 1945 e colaborou com o regime nazista de Hitler - sob acusação de "...

Posted by Jean Wyllys on Terça, 7 de abril de 2015

Em outra postagem, a assessoria do parlamentar respondeu que o vídeo de Bolsonaro se trata de “sensacionalismo barato, simples assim”.

No domingo (5), os ânimos entre os dois parlamentares já esteve acirrado durante uma entrevista concedida ao programa Conexão Repórter, do SBT.

Para quem não está familiarizado, os dois deputados nutrem posições totalmente contrárias. Enquanto Bolsonaro, um ex-militar que exalta a ditadura que durou 21 anos no Brasil, defende temas conservadores como o fim do Estatuto do Desarmamento, a diminuição da maioridade penal e a castração química – para citar apenas três –, Wyllys milita por temas sociais e em defesa dos direitos humanos e das minorias, com bandeiras como a criminalização da homofobia.

LEIA TAMBÉM

- Crítico dos LGBTs, deputado Jair Bolsonaro sorri ao ganhar beijo de Amin Khader (VÍDEO)

- ‘Bolsonazi': Página no Tumblr reúne o lado ‘obscuro' de Jair Bolsonaro

- Intolerância: Comunidade pró-Bolsonaro prega boicote a médicos negros

- Defensor de ‘castrações', Bolsonaro "jamais" vai se desculpar com Maria do Rosário