LGBT
26/03/2015 21:23 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

Fernanda Montenegro diz que boicote a 'Babilônia' é 'caça às bruxas'

Reprodução

Em entrevista ao blog Quanto Drama!, da jornalista Patrícia Villalba, Fernanda Montenegro desancou a homofobia mais uma vez.

Desde o primeiro episódio, a novela Babilônia enfrenta resistência da bancada evangélica do Congresso por causa do casal lésbico vivido por Fernanda Montenegro e Nathália Timberg. A bancada articula também uma campanha de boicote à novela.

Isso porque logo na estreia, as duas encenaram um beijo apaixonado.

Fernanda disse enxergar na situação uma "caça às bruxas", e pontuou:

"O beijo que está dando essa confusão toda é um beijo casto, amoroso, sem desafio erótico ou didática. É uma demonstração de carinho. Por isso, digo que não tenho capacidade de analisar esse momento. Percebo que temos problemas muito mais graves. O país está enfrentando uma crise bastante vívida e sentida, e tem gente disposta a se voltar contra o beijo de duas atrizes de quase cem anos de idade dado dentro de uma relação sacramentada pela vida afora."

Nas redes sociais, muitas pessoas disseram "lamentar" por Fernanda ter aceito o papel, comentando coisas do tipo "Ah, mas Fernanda não precisava disso". Sobre esse sentimento de decepção, Fernanda pontuou:

Mas a Globo não me colocou ali, não fui obrigada a ser a Teresa. Não sou uma escrava de ninguém. Estou fazendo o papel com todo meu empenho, adesão e entendimento humano da causa, que é a da pessoa que quer viver sua natureza sem disfarce. Essas personagens são um esclarecimento aos mais bloqueados de razão. É claro que aceitei o papel por isso. Graças a Deus eu posso ir de Nossa Senhora à Teresa. Há um toque desse aí pela internet, já viu?