NOTÍCIAS
19/03/2015 14:50 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:35 -02

Dólar a R$ 3,30: Tensões políticas pressionam moeda americana, que chega ao maior valor desde 2003 nesta quinta

Tddy/Flickr
dollars

Após fechar em queda ontem, o dólar subiu 2,76% e passou dos R$ 3,30 no início da tarde desta quinta-feira (19), segundo o jornal Folha de S. Paulo.

As tensões políticas, como a demissão de Cid Gomes do Ministério da Educação, deixou o Brasil ainda mais frágil ao olhar dos investidores, que estão cada vez mais apreensivos diante das incertezas econômicas e atritos políticos.

Antes das 13h, a moeda chegou a R$ 3,304, renovando as máximas em quase 12 anos, depois da presidente Dilma Rousseff negar que fará uma reforma ministerial. Por volta das 14h, a moeda era vendida a R$ 3,29.

"O custo político de fazer o ajuste está cada vez mais alto e o mercado não gosta disso", disse o superintendente de câmbio da corretora Intercam, Jaime Ferreira, à Reuters.

Nesta manhã, a autoridade monetária deu continuidade às rações diárias vendendo a oferta total de até 2 mil swaps cambiais, que equivalem a US$ 97,4 milhões. Foram vendidos 250 contratos para 1º de dezembro de 2015 e 1.750 para 1º de março de 2016.

O BC fará ainda mais um leilão de rolagem dos swaps que vencem em 1º de abril, que equivalem a US$ 9,964 bilhões, com oferta de até 7,4 mil contratos. Até agora, a autoridade monetária rolou cerca de 46% do lote total.

(Com agência Reuters)

LEIA TAMBÉM:

- Dicas para economizar: 8 maneiras de deixar sua viagem mais barata mesmo com o dólar alto