NOTÍCIAS
19/03/2015 18:02 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:35 -02

Bate-boca ofusca depoimento na CPI da Petrobras; Tucano quer óleo de peroba para deputados do PT e petistas reagem

Montagem/Estadão Conteúdo/Divulgação

O silêncio do ex-diretor da Petrobras Renato Duque na CPI que investiga desvio de recursos da empresa foi ofuscado por um bate-boca entre petistas e o deputado tucano Delegado Waldir (GO). No meio da tentativa dos parlamentares de conseguirem alguma declaração de Duque, Waldir disse que seria preciso encomendar no comércio de Brasília óleo de peroba para os deputados petistas.

"Eu queria pedir para os comércios de Brasília mandarem óleo de peroba para os deputados do PT passarem na cara. Também aparelho auditivo para eles ouvirem as vozes das ruas."

Ao escutar essas declarações, os petistas reagiram imediatamente. Pediram respeito ao deputado, em meio a uma gritaria com dedos em riste.

O tucano disse que só estava dando resposta aos ataques que o PSDB e o ex-presidente Fernando Henrique Cardososofreram nas falas de outros parlamentares da comissão. Segundo ele, os envolvidos no mensalão foram abandonados pelo PT, assim como ocorrerá com Duque.

Em tom mais ameno, Valmir Prascidelli (PT-SP) tentou descolar o partido do título de corrupto imputado pelo deputado tucano. "Não aceitamos nenhuma pecha nenhum título que nos tentam atribuir fora de ordem. Queremos apurar tudo, não queremos fazer luta política sem considerar o que está em jogo, um parlamento que represente a população", afirmou.

Silêncio

Nas poucas palavras que Duque disse, ele afirmou vai provar que seus bens têm fundo no trabalho. O ex-diretor da estatal também negou que tenha parentesco com José Dirceu e que sua mulher tenha procurado o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para pedir ajuda para soltar o marido.

Duque foi preso na segunda-feira (16), na Operação Lava Jato, por suspeita de ser beneficiado do desvio de verba. De acordo com Pedro Barusco, ex-gerente da Petrobras, Duque negociava as propinas com o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto.