NOTÍCIAS
19/03/2015 21:05 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:35 -02

Bancada Evangélica repudia beijo gay de Babilônia e convida os ofendidos a desligar a TV e perder a maravilhosa novela

Montagem/Estadão Conteúdo/Reprodução/TV Globo

O beijo gay da novelaBabilônia causou tremor na tradicional família brasileira e a Bancada Evangélica não deixou o momento passar em branco. Nesta quinta-feira (19), o grupo divulgou uma nota de repúdio à cena protagonizada pelas atrizes Fernanda Montenegro e Nathália Timberg, ambas de 85 anos.

No texto, os religiosos também convocam os demais evangélicos, cristão e aqueles que se sentem "violentados por estes constantes estupros morais impostos pela mídia liberal" a não assistirem a novela.

"A referida telenovela, assim como outras anteriormente exibidas pela Rede Globo, tem clara intenção de afrontar os cristãos em suas convicções e princípios, querendo trazer, de forma impositiva, para quase toda a sociedade brasileira o modismo denominado por eles 'de outra forma de amar', contrariando nossos costumes, usos e tradições."

A nota, assinada pelo deputado João Campos (PSDB-GO), diz ainda que a cena é uma forma de disseminar a ideologia de gênero, "atacando diretamente a família natural e aqueles que eles denominam de 'conservadores', pelo simples fato de não coadunarem com estas práticas".

O senador Magno Malta (PR-ES), integrante da Frente Parlamentar Mista Permanente em Defesa da Família Brasileira engrossou o coro contra Babilônia. No Facebook, ele disse que a novela faz apologia ao mal, foi produzida para destruir famílias. "Não dê espaço para esta ameaça com cara de diversão. Não assista."

O deputado e pastor Marco Feliciano (PSC-SP), integrante da bancada, também expressou desconforto com a novela.

A cena foi exibida na segunda-feira (16) no primeiro bloco da novela.