NOTÍCIAS
11/03/2015 17:28 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

Japão presta homenagens às vítimas de terremoto quatro anos após a tragédia (FOTOS)

Getty Images

O Japão parou nesta quarta-feira (11) para homenagear as mais de 18 mil vítimas do maior terremoto já registrado na história do país.

Há exatos quatro anos, um tremor de 9 graus de magnitude abalava o país, provocando também um tsunami de mais de 40 metros que varreu a terra.

Na região de Fukushima, foi registrado também um acidente nuclear, que contaminou a região e fez com que milhares de pessoas tivessem que deixar suas casas.

Segundo a agência EFE, 228 mil pessoas ainda não puderam voltar para casa.

De acordo com dados da Folha de S.Paulo, pelo menos um milhão de construções foram destruídas ou danificadas e o prejuízo causado pela tragédia foi de cerca de US$ 210 bilhões.

  • Ken Ishii/Getty Images
    Crianças durante aula na Escola Elementar Kawauchi , em Fukushima. Antes do desastre, a instituição tinha 114 alunos. Hoje em dia, são 29 estudantes
  • Ken Ishii/Getty Images
    Trabalhadores fazem um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do terremoto que deixou mais de 18 mil mortos há quatro anos
  • Chris McGrath/Getty Images
    Mulheres rezam no memorial no Centro de Emergência Minamisanriku, no Japão
  • Chris McGrath/Getty Images
    Meninas batem foto durante homenagem às vítimas do terremoto e da tsunami que deixaram 18 mil mortos no Japão, há quatro anos
  • Chris McGrath/Getty Images
    Policial faz buscas por restos mortais de vítimas do tsunami e por objetos pessoas dos mortos. Mesmo quatro anos após o acidente, a polícia de Iwate continua as buscas por objetos, que são devolvidos aos parentes das vítimas a cada dia 11 de todo mês
  • Getty Images
    Lanternas de papel e fogueiras formam os números 311 (11 de março), em alusão à data do acidente: 18 mil pessoas morreram após um terremoto seguido de tsunami atingir o Japão. O tremor também causou um acidente nuclear em Fukushima
  • AP Photo/Eugene Hoshiko
    Mulher se emociona durante homenagem às vítimas do desastre de quatro anos atrás
  • REUTERS/Toru Hanai
    Imperador do Japão, Akihito (à dir.) e imperatriz Michiko em frente ao altar montado em homenagem às vítimas em Tóquio
  • REUTERS/Yuya Shino
    Empregados da Tokyo Electric Power Co. (TEPCO), operadora da planta nuclear de Fukushima fazem um minuto de silêncio em homenagem às vítimas
  • REUTERS/Issei Kato
    Crianças em idade escolar fazem exercício de simulação de terremoto em escola primária em Tóquio