NOTÍCIAS
10/03/2015 22:16 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

Sabotagem no perfil de Dilma Rousseff na Wikipédia inclui Michel Temer como sucessor dela em 2015

Montagem/Estadão Conteúdo/Wikipedia

Na semana em que se intensificam protestos a favor do impeachment da presidenteDilma Rousseff, o perfil dela na Wikipédia, em inglês, foi alterado com a informação de que o mandato dela se encerra em 2015 e seu sucessor será o vice-presidente, Michel Temer.

A revisão no texto ocorreu no início da noite desta terça-feira (10). A mudança foi feita na rede do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, de acordo com o perfil Brasil WikiEdits, que monitora as edições na Wikipédia feitas por meio de redes do governo e órgãos federais, como Palácio do Planalto, Câmara, Senado e tribunais.

A princípio, o perfil afirmou que a rede por trás da alteração era do STF (Supremo Tribunal Federal).

O bot (programa que executa tarefas automáticas) do @brwikiedits registrou que a expressão "presente" foi substituída por "2015" no período de governo de Dilma. A palavra "incumbent", que significa "atual mandatária", foi trocada por "Michel Temer" no espaço "Sucedido por".

O desenvolvedor desse perfil, Pedro Felipe Menezes, já concedeu entrevista ao Brasil Post e explicou sua motivação para criar o sistema:

"É vergonhoso ver que o dinheiro dos nossos impostos seja desperdiçado para que servidores públicos improdutivos e incompetentes façam ataques a jornalistas, editem páginas nonsense ou façam qualquer coisa que não esteja relacionada à sua função, que é prover serviços ao povo."

No ano passado, perfis de jornalistas globais na Wikipédia foram sabotados por computador conectado à rede wi-fi do Palácio do Planalto. Foi depois dos casos envolvendo Míriam Leitão e Carlos Alberto Sardenberg que o estudante desenvolveu o mecanismo de monitoramento da enciclopédia colaborativa.