NOTÍCIAS
04/03/2015 11:49 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

Discurso de primeiro-ministro de Israel no Congresso dos EUA causa polêmica: veja reações de políticos e internautas

AP Photo

Como não poderia deixar de ser, além do mundo, a Internet reagiu ao discurso “controverso” proferido pelo primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, no Congresso americano.

Entre afirmações de que o Irã é mais perigoso do que o Estado Islâmico e que um acordo nuclear vai “abrir caminho” para uma bomba atômica, premiê aconselhou, nesta terça-feira (3), que o presidente dos EUA, Barack Obama, não aceite um acordo nuclear com o país.

A visita de Netanyahu também colocou mais combustível na disputa entre republicanos e democratas. Sua visita foi orquestrada pelos republicanos, rivais do presidente Barack Obama, e 60 dos 232 democratas – aliados do presidente – se ausentaram do local enquanto ele falava.

Netanyahu foi aplaudido de pé mais de vinte vezes.

A fala do premiê também não parece ter agradado Obama, que afirmou que as alternativas propostas por Netanyahu “não são viáveis”, e que seu discurso não traz “nada de novo”.

Já a resposta do Irã foi menos diplomática: o país disse que a fala do premiê foi “chata e repetitiva” e afirmou que faz parte da campanha eleitoral – as eleições gerais de Israel estão marcadas para o dia 17 de março.

Enquanto isso, os ministros das Relações Exteriores dos EUA e do Irã seguem em conversas sobre o programa nuclear iraniano.

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, e o chanceler do Irã, Mohammad Javad Zarif, entraram, nesta quarta-feira (4), no terceiro dia de conversas na cidade de Montreux, na Suíça, esperando entrar em um acordo até o final de março.

O objetivo das negociações é persuadir o Irã a restringir seu programa nuclear em troca de alívio de sanções que prejudicam a economia do país exportador de petróleo.

A reação nas redes sociais parece ter sido tão inflamada quanto o discurso de Netanyahu.

O discurso de Netanyahu foi baseado apenas na agenda anti-islâmica. Ele tentou espalhar o ódio contra islâmicos e muçulmanos

Apenas um lembrete sobre o que “autodefesa” siginifica para Israel

Políticos fazem coisas nojentas quando as eleições se aproximam

Lendo nas entrelinhas do discurso de Netanyahu, parece que ele gostaria que milhares de tropas norte-americanas e iranianos desavisados morressem em seu benefício

“Ele está apenas errado – por 15 anos ele vem dizendo que o Irã está a um ano, ou até a poucos meses, de uma bomba nuclear”.

Foi difícil para os liberais escutarem o discurso de Netanyahu. Contém muita verdade.

Obama tornou o mundo menos seguro do que nunca e está com medo que Netanyahu o exponha. Ponto.

Com informações das agências de notícias