NOTÍCIAS
04/03/2015 22:47 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

Casais que dormem de conchinha são mais satisfeitos com relacionamento, relata pesquisa

iStock

Boa notícia para aqueles apaixonados por dormir de conchinha: um estudo publicado na revista Archives of Sexual Behavior conclui que casais que passam mais tempo agarradinhos após a relação sexual têm relacionamentos mais satisfatórios.

O estudo analisou 335 homens e mulheres que mantinham algum tipo de relacionamento estável. Eles responderam a um questionário sobre satisfação sexual, felicidade no relacionamento e hábitos sexuais.

Em uma segunda etapa, 101 casais responderam a questões sobre a vida sexual e a satisfação em seus relacionamentos durante 21 dias.

Após ponderarem os dados, os pesquisadores encontraram correlações entre a conchinha e a felicidade no relacionamento: nos dias em que os casais passavam mais tempo agarrados após o sexo, os índices de satisfação tanto em relação ao sexo quanto em relação ao dia-a-dia do casal eram mais altos.

Três meses após o fim do acompanhamento diário, os casais voltaram a ser procurados. Os resultados persistiram: casais que fizeram mais conchinhas durante o período da pesquisa apresentaram índices mais altos de satisfação com o relacionamento.

Por quê?

Uma das autoras do estudo diz acreditar que a conchinha funciona como uma espécie de "recompensa pós-sexo" que gera um círculo virtuoso. "Como ela nos faz sentir bem, é mais provável que façamos tudo novamente, e nos aproximemos neste processo", explicou Amy Muse à revista Women's Health.

Este não é o único estudo que sugere que casais que dormem juntos são mais felizes (ou vice versa). Outra pesquisa, com 1000 casais relatou que 94% das pessoas que dormiam grudadinhas disseram estar felizes com seus relacionamentos, contra 68% das que passavam a noite afastadas.

Pois então... Se você teve a sorte de encontrar alguém bacana, não tenha vergonha. Exija sua conchinha!

LEIA MAIS

- 93% dos homens héteros que responderam a este estudo disseram já ter ficado de conchinha com outro cara

- Com fila de espera, empresa nos EUA cobra até R$ 150 para as pessoas dormirem 'de conchinha'