NOTÍCIAS
02/03/2015 19:08 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

Presidente da Câmara, Eduardo Cunha decide rever medida que autoriza pagamento de passagem para cônjuges

Montagem/Estadão Conteúdo

Diante da repercussão negativa da medida que autoriza viagem grátis para cônjuge de deputados, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), decidiu nesta segunda-feira (2) rever a decisão. Ele disse que apresentará uma proposta alternativa na reunião da mesa diretora de terça-feira.

"Eu chamei a reunião da mesa amanhã com uma única pauta, justamente para tratar do assunto das passagens, em que vamos propor algum tipo de mudança. Ainda vou acertar. Como foi a mesa que decidiu, caberá à mesa mudar", G1

“Eu acho que não houve o procedimento correto sobre o que existia no passado. De qualquer forma, nós estamos sempre subordinados à vontade da opinião pública e, se nós fizemos efetivamente algo que a repercussão não está positiva, cabe a nós fazermos a 'mea culpa' e corrigirmos."

A proposta do pemedebista é burocratizar a regalia. Ele defende que os parlamentares interessados no benefício façam um pedido que será analisado individualmente pela mesa, de acordo com critérios a serem definidos.

Nesta segunda-feira, oPT aderiu ao movimento dos partidos, como o PSDB, o PPS e Psol, que abriram mão do benefício. Na semana passada, o PSDB chegou a entrar com uma ação no STF para questionar a medida. O pedido foi negado pela corte.

A autorização do avião da alegria permite que esposas e maridos de deputados possam comprar passagem da cidade de origem do parlamentar para Brasília com recursos da cota para bilhete aéreo pago pela Câmara. A medida foi aprovada por Cunha na quarta-feira (25), junto com o anúncio do reajuste para cima em todos os benefícios dos parlamentares.

Como o novo valor só passa a valer em abril, o impacto no orçamento da Casa este ano será de R$ 112 milhões. A partir do ano que vem será de mais de R$ 150 milhões.

LEIA TAMBÉM

- Petição online pede o fim da regalia das passagens para cônjuges de deputados

- VOCÊ vai pagar pela viagem de mulheres e maridos dos parlamentares

- Saiba quem é quem no House of Cards de Brasília