NOTÍCIAS
28/02/2015 16:27 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

Caminhoneiro morre atropelado em manifestação no RS

SÃO PAULO (Reuters) - Um manifestante que participava de protestos de motoristas de caminhões no Rio Grande do Sul morreu neste sábado depois que um caminhão o atropelou em um bloqueio montado pelos

GABRIEL HAESBAERT/Agência RBS/ESTADÃO CONTEÚDO

Um manifestante morreu neste sábado, 28, depois que um caminhão o atropelou em um bloqueio montado pelos grevistas na BR-392, em São Sepé, Rio Grande do Sul.

Um porta-voz da Polícia Rodoviária Federal disse que Cléber Adriano Machado Ouriques, 38, havia saído de seu carro para abordar um caminhão que não havia parado no bloqueio. Marcas de frenagem no local indicavam que o motorista tentou parar, mas não conseguiu. O motorista fugiu.

Os motoristas protestam por menores custos com diesel e impostos e melhora nas taxas de fretes. A greve, que está no á é o 11º dia, continua no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, mas diminuiu em outras regiões. A Polícia Rodoviária Federal informou que havia 38 bloqueios, contra 57 na sexta-feira.

Em comunicado, a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República lamentou a morte do caminhoneiro ocorrida na BR-392, em São Sepé, no Rio Grande do Sul. Mas também destacou que "as propostas anunciadas nesta semana em reunião, em Brasília, entre representantes dos caminhoneiros, empresários e governo são o caminho para a normalização das rodovias".

O governo anunciou uma série de propostas na quarta-feira numa tentativa de pôr fim aos protestos de caminhoneiros que bloqueiam estradas o país, como a estabilidade dos preços do diesel por seis meses, sanção sem vetos da lei que reduz custos do setor e carência de 12 meses para o pagamento de financiamentos de caminhões.

(Reportagem de Caroline Stauffer)