NOTÍCIAS
25/02/2015 17:23 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:03 -02

Chuva paralisa trens e coloca metade de SP em estado de atenção; queda de árvore mata um

Nelson Antoine/Frame/Estadão Conteúdo

Por causa das tempestades que atingem a capital paulista na tarde desta quarta-feira (25), todas as regiões de São Paulo entraram em estado de atenção para alagamentos.

O CGE registrou, às 16h30, sete pontos de alagamento: um na Praça da Bandeira, no centro, perto da Avenida 23 de Maio, outro na Avenida Nazaré, no Ipiranga, zona sul. Na zona leste, os alagamentos, intransitáveis, são na rua Ibitirama, rua Capitão Pacheco Chaves, avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello e avenida Presidente Wilson.

As chuvas provocaram o transbordamento do Ribeirão dos Meninos, na divisa entre São Caetano do Sul e Santo André, no ABC. Por isso, a Linha 10-Turquesa da CPTM (Companhia de Trens Metropolitanos) está paralisada entre as Estações Prefeito Celso Daniel-Santo André e São Caetano do Sul e operando em velocidade reduzida nas demais.

A Prefeitura recebeu informes de chuva de granizo na Vila Matilde, zona leste, e Vila Maria, zona sul, na Consolação, no centro, e no Ipiranga, zona sul. Ainda de acordo com o CGE, as rajadas de vendo chegaram a 48,2 km/h no Aeroporto de Congonhas.

Vítimas

Um homem morreu eletrocutado na rua Tupi, em Santa Cecília, região central, em decorrência da tempestade. Uma árvore caiu, soltando a fiação aérea, que atingiu a vítima, segundo informou o Corpo de Bombeiros.

Também segundo os bombeiros, na Rua José Zappi, na Mooca, duas pessoas que estavam sendo arrastadas de dentro de um carro foram resgatadas com um bote.