NOTÍCIAS
19/02/2015 11:37 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:02 -02

Ex-atriz pornô Sasha Grey acaba no meio da guerra de propaganda entre Rússia e Ucrânia

Montagem/AP

A escalada na guerra de informação e da propaganda envolvendo forças ucranianas e as separatistas (estas com o apoio da Rússia) no Leste Europeu parece ter perdido a noção, assim como o conflito armado. Só isso para justificar que uma ex-atriz pornô norte-americana tenha entrado no centro do debate nas últimas horas na internet.

Sasha Grey, de 26 anos, deixou o mundo do entretenimento adulto há cinco anos para buscar uma carreira ‘mais séria’, digamos, no entretenimento convencional. Mas, pelo menos entre os propagandistas contrários à política de Kiev, ela também é (na verdade era) uma enfermeira que cuidava de rebeldes e que acabou brutalmente assassinada por forças do governo da Ucrânia.

Foto de Sasha estampou notícia em rede social russa (Reprodução/Odnoklassniki)

A foto de Sasha Grey consta junto de uma matéria sobre esse suposto assassinato em redes sociais russas, incluindo a rede mais popular do país, a Odnoklassniki. De acordo com o jornal The Moscow Times, a história fala de uma enfermeira de nome ‘Sasha Serova’ sendo capturada pelos militares ucranianos, que a filmaram sendo ‘humilhada’ antes de cortá-la inteira. A confusão se dá pelo fato de que ‘Serova’ remete à palavra ‘gray’ (cinza em inglês).

Mais de 5,6 mil pessoas á morreram em dez meses de conflito na Ucrânia, mas Sasha Grey - que, aliás, já viveu o papel de enfermeira no mundo adulto - está bem viva. E bem longe da guerra que parece não ter fim por lá. Em sua página no Twitter, a ex-atriz pornô disse “amar os seus fãs russos”, mas disse que “essa propaganda leva tudo longe demais”.

Em 2013, ela demonstrou apoio aos ativistas favoráveis à entrada da Ucrânia na União Europeia – fato que desencadeou o processo de fragmentação da ex-república soviética.

O forte apoio russo aos rebeldes na Ucrânia é conhecido, assim como as suas táticas de desinformação acerca do conflito – a polêmica em torno da anexação da Crimeia é um bom exemplo disso. Segundo reportagem do site Atlantic, muitos ‘trolls’ vem trabalhando em repercutir na internet histórias falsas sobre a Ucrânia e o conflito armado.

A tática, segundo o site Global Voices, é escolher figuras famosas e dizer que elas morreram nas mãos de militares ucranianos, ou que declararam apoio às forças pró-Rússia. Além de Sasha, outra figura conhecida a ser ‘subvertida’ pelos propagandistas foi o médico nazista Josef Mengele, que morreu no Brasil. Lá ele virou ‘Yegor Mangelov’, um cirurgião torturado e executado pelos militares ucranianos.

Nem mesmo médico nazista escapou dos propagandistas... (Reprodução/Odnoklassniki)

Parece que Sasha Grey tem mais o que fazer, tanto que ela integra o elenco da série Entourage, do canal americano HBO, além de ter participado de alguns filmes ‘convencionais’ nos últimos anos.

LEIA TAMBÉM

- Parte das forças ucranianas começa a deixar cidade cercada por rebeldes

- FOTOS: Civis são retirados de cidade ferroviária na Ucrânia

- Putin diz que inimigos querem desmembrar a Rússia

- 15 coisas que você precisa saber para entender Vladimir Putin