COMPORTAMENTO
11/02/2015 19:10 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:02 -02

Urban Outfitters lança tecido com símbolo usado por gays em campos de concentração

Reprodução/Twitter

Mais um lançamento de mau gosto da Urban Outfitters.

A empresa de roupas online colocou à venda uma peça de tecido com listras cinzas e brancas e um triângulo rosa. Até aí, tudo bem, certo?

O problema é que esta forma é muito semelhante ao símbolo que prisioneiros judeus identificados como homossexuais eram forçados a vestir em campos de concentração nazista.

A Anti-Defamation League, organização que combate o antissemitismo, solicitou que a empresa retirasse o item de comercialização. Ele não consta no site, mas a Bloomberg noticiou que uma loja física em Nova York estava vendendo o tecido.

Não é a primeira vez que a Urban Outfitters passa por uma situação constrangedora dessas.

Em setembro de 2014, um moletom com o símbolo da Kent State University manchado de sangue chamou a atenção pela referência ao Massacre de Kent State, de 1970. Quatro estudantes foram mortos pela Guarda Nacional durante protestos contra a Guerra do Vietnã.

Em abril de 2012, a marca despertou a ira da comunidade judaica por vender uma camiseta com a estrela que os judeus eram obrigados a vestir durante o Holocausto.

Outra camiseta, em 2004, coberta com símbolos do dólar, foi chamada de "Garota Judia".

Veja na galeria abaixo outras gafes da empresa:

Galeria de Fotos 7 absurdos que a Urban Outfitters já fez Veja Fotos