NOTÍCIAS
09/02/2015 18:04 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:54 -02

Netflix anuncia expansão dos serviços para Cuba: valor da assinatura é 40% do salário médio na ilha

Montagem / Agências

Menos de dois meses após a retomada de relações entre EUA e Cuba, a Netflix, serviço de TV pela internet anunciou que vai expandir seus serviços para a ilha, pelo preço de US$ 7,99 (R$ 22.25).

"Em pouco tempo, os cubanos com conexões de Internet e acesso a métodos de pagamento internacionais, poderão assinar a Netflix e assistir, instantaneamente, uma seleção incrível de filmes populares e programas de TV."

Apesar da boa notícia, é possível que uma pequena parcela dos cubanos consiga, de fato, aproveitar a Netflix. Pelo menos por enquanto.

Segundo informações da CNN, apenas 5% dos cubanos contam com acesso a internet, e os serviços de cartão de crédito não são amplamente utilizados no país.

Outro aspecto que pode frear a popularidade do serviço – que atua na América Latina desde 2011 e conta com mais de 5 milhões de usuários na região – é o fato de que o salário médio dos cubanos gira em torno de US$ 20 (R$ 55,45). Para assinar a Netflix, um cubano teria que destinar cerca de 40% da sua remuneração para pagar a mensalidade do serviço.

O valor da assinatura da Netflix é, em média, o que um cubano gasta para pagar as contas de dois meses e, com US$ 7,99, é possível ir quase 80 vezes ao cinema no país.

À Motherboard, a Netflix afirmou que espera que o acesso à internet e aos cartões de crédito e débito seja ampliado em Cuba. “Cada país é responsável por sua própria infraestrutura”.