NOTÍCIAS
03/02/2015 19:36 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:52 -02

Esboço de mandado de prisão contra Cristina Kirchner é encontrado em casa de promotor morto

WASHINGTON (Reuters) - O esboço de um mandado de prisão contra a presidente da Argentina, Cristina Kirchner, foi encontrado na casa de um promotor que investigava o atentado contra um centro judaico

Montagem/Reuters

Washington - O esboço de um mandado de prisão contra a presidente da Argentina, Cristina Kirchner, foi encontrado na casa do promotor que investigava o atentado contra um centro judaico de Buenos Aires em 1994, disse o jornal norte-americano The New York Times, citando um importante investigador.

O promotor Alberto Nisman fez um esboço do mandado que acusa Cristina de tentar proteger autoridades iranianas das responsabilidades pelo atentado, de acordo com o jornal.

Nisman morreu em 18 de janeiro, um dia antes de comparecer ao Congresso Nacional da Argentina por conta de suas alegações de que Cristina conspirou para atrapalhar as investigações.

Eleições nos EUA
As últimas pesquisas, notícias e análises sobre a disputa presidencial em 2020, pela equipe do HuffPost