MULHERES
31/01/2015 02:03 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:45 -02

Tatuador Miro Dantas ajuda mulheres que tiveram câncer de mama a recuperar a autoestima (FOTOS)

Reprodução/Facebook

Pequenos gestos podem mudar a vida de alguém para sempre, sim. E a de quem ajuda também.

Com tinta, agulha, arte, precisão e muita disposição, o tatuador paulista Miro Dantas, não quer esconder imperfeições, mas sim, ajudar mulheres vítimas do câncer de mama a redesenhar a autoestima através da tatuagem.

"Isso [o câncer] muda a vida da mulher. Tudo fica mais difícil, principalmente a relação com a autoestima e a feminilidade. O que eu estou tentando fazer é incentivar essas mulheres a dar a volta por cima", contou em entrevista ao Brasil Post.

Ele criou o projeto “Uma tattoo por uma vida melhor”, que tem como objetivo fazer tatuagens reparadoras em mulheres que precisaram retirar a mama por causa da doença, e optaram pela reconstrução.

O projeto repercutiu e ganhou popularidade após a imagem abaixo, publicada no perfil pessoal de Miro, ser compartilhada por mais de 24 mil pessoas em apenas um dia.

“Eu pensava que não tinha nenhum problema com o fato de não ter o mamilo. Só que eu olhava para meu seio e não prestava atenção nele. Agora eu olho com outros olhos. Ficou lindo, perfeito”, contou a manauara Sendlea Trotta, de 53 anos, ao IG. Ela descobriu o câncer de mama em 2006, fez a mastectomia, a reconstrução da mama e a tatuagem da foto acima com Miro.

Tatuador há 21 anos, Dantas conta que, mesmo antes do projeto, chegou a atender mulheres que acabaram ficando com cicatrizes físicas e psicológicas, e que seu trabalho tinha o poder de transformar isso de alguma forma. O poder de reconstruir a estética e a confiança de cada uma delas.

"É muito prazeroso ver que é possível recuperar a coragem de uma mulher que estava desacreditada. Elas saem do estúdio falando sobre planos e que eu mudei a vida delas. Isso não impõe qualquer preço a uma tatuagem, isso já pagaria todo o meu projeto".

Uma vez por mês, ele doa uma tatuagem para a mulher que quiser reconstruir com delicadeza e realismo a mama afetada pelo câncer.

A foto abaixo é de mais um trabalho de Miro, que também circulou pelas redes sociais, e impressionou seus seguidores:

A técnica consiste em tatuar o desenho da aréola na mama reconstruída para deixá-la o mais natural possível. Segundo Miro, o ideal na hora de fazer uma tatuagem como esta é procurar um tatuador especialista em realismo: "Eu fotografo e reproduzo o desenho de forma invertida, e o resultado, na maioria das vezes, fica satisfatório", conta.

Apenas uma vez por mês há horários disponíveis para tatuar com ele. Para mais informações visite o Facebook e o site oficial.