NOTÍCIAS
29/01/2015 14:08 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:52 -02

Novos casos de Ebola ficam abaixo de cem por semana; OMS diz que epidemia retrocede

O número de novos casos de Ebola confirmados totalizou 99 na semana encerrada em 25 de janeiro, o menor registro desde junho de 2014, informou a Organização Mundial da Saúde nesta quinta-feira (29), sinalizando que a maré pode ter virado na luta contra a epidemia.

"A resposta à doença do vírus do Ebola agora passou para uma segunda fase, já que o foco muda de retardar a transmissão para acabar com a epidemia", disse a OMS.

Na Libéria, a vida começa a voltar ao normal: as aulas, interrompidas desde março do ano passado, serão retomadas na próxima segunda-feira (2). As aglomerações - que chegaram a ser proibidas no auge da epidemia - agora se tornam novamente parte da rotina. As missas, as cerimônias de casamento e atos políticos começam a ser novamente realizados.

Autoridades afirmam, no entanto, que é necessário manter a vigilância. A Unicef vai equipar as escolas com kits de prevenção - serão 5.000 distribuídos na Libéria. Os pacotes incluem baldes, termômetros, sabonete, botas, luvas, cloro, escovas e listas de protocolos. De acordo com a ONU, nem todas as escolas foram limpas adequadamente para receber os alunos na próxima semana.

A epidemia matou 8.810 pessoas em um total de 22.092 casos registrados, quase todos eles em Serra Leoa, Libéria e Guiné.

Os casos e mortes caíram rapidamente na Libéria e Serra Leoa nas últimas semanas, com 20 mortes registradas na Libéria, em 21 dias até 25 de janeiro, ou seja, menos de uma por dia.

(Com informações da Reuters)